Home » Cadeia do Leite » Danone e Kellogg's se inscrevem em esquema de redução de açúcar da Suíça

Danone e Kellogg's se inscrevem em esquema de redução de açúcar da Suíça

14/09/2017 10:12:58 - Por: FoodBev.com, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

A Danone e a Kellogg’s estão entre as empresas que assinaram um acordo com o governo suíço para reduzir o teor de açúcar em iogurtes e cereais de café da manhã no país.

Responsive image
A Danone e a Kellogg’s estão entre as empresas que assinaram um acordo com o governo suíço para reduzir o teor de açúcar em iogurtes e cereais de café da manhã no país até o final de 2018.

Após uma promessa inicial em 2015, os produtores suíços de alimentos e os representantes do comércio varejista concordaram nesta semana em reduzir o açúcar adicionado em iogurtes em mais 2,5% e em cereais em 5% até o final do próximo ano. Aldi e Lidl também se inscreveram.

O acordo faz parte da Declaração de Milão, que foi assinada em 2015 junto com o membro do Conselho Federal, Alain Berset, com o objetivo de reduzir gradualmente o açúcar. Com estas quatro novas empresas, 14 importantes produtores de alimentos e representantes do comércio varejista aderiram ao acordo, incluindo Nestlé, Coop e Emmi.

Em 2016, o Escritório Federal Suíço de Segurança Alimentar e Veterinária (FFSVO) realizou uma pesquisa inicial sobre o teor de açúcar em iogurte e cereais de café da manhã. Os dados mostraram que os iogurtes na Suíça contêm uma média de 17g de açúcar por pote (180g) e os cereais contêm em média 18g de açúcar por 100g.

No final de agosto de 2017, os resultados de uma segunda pesquisa sobre o teor de açúcar mostraram que o teor médio de açúcar adicionado nos iogurtes diminuiu desde então em cerca de 3% e em cereais de café da manhã em cerca de 5%. Os dados sobre o teor de açúcar são coletados anualmente para verificar a redução prometida como parte da Declaração de Milão.

O governo suíço disse que os resultados da segunda mesa redonda e o trabalho feito como parte da Declaração de Milão mostram que "os esforços para reduzir o açúcar estão em curso". Em um comunicado, o FFSVO disse: "Com esses novos objetivos, produtores e varejistas suíços estão enviando um sinal claro. Como a cooperação com os produtores de alimentos provou ser bem-sucedida, a Declaração de Milão deve continuar após 2018 como parte do plano de ação para a estratégia nutricional suíça até 2024.

Mais grupos de alimentos serão abordados e o trabalho com sal e gorduras será intensificado.