Home » Cadeia do Leite » Leites vegetais nem sempre são a alternativa mais saudável

Leites vegetais nem sempre são a alternativa mais saudável

29/09/2017 08:56:13 - Por: Notícia Minuto

Aveia, amêndoa, caju, quinoa, arroz, soja... são muitas as opções de leites vegetais à venda no mercado, mas fazer destas bebidas a única fonte de 'leite' pode trazer riscos para a saúde

Responsive image
Trocar o leite de vaca por um leite vegetal é uma das indicações dos médicos atualmente. Estas bebidas vegetais são feitas na maioria à base de cereais (quinoa, aveia e arroz) ou de oleaginosas (amêndoa, avelã, caju, etc.), alimentos que são ricos em vitaminas e minerais e que proporcionam benefícios à saúde, como a fibra e os ácidos graxos ômega 3, por exemplo.

Contudo, nem todas as bebidas vegetais são tão saudáveis quanto pensamos. Para que seja boa para a saúde, a bebida vegetal deve ser o mais pura possível - e por pura entende-se aquela que é feita com água, cereal/fruto seco e uma pitada de sal, nada mais. Algumas das bebidas à venda não são assim tão benéficas por conterem óleo de girassol ou outros ingredientes adicionados para aumentar a validade do produto.

Mas este não é o único risco associado a estas bebidas da moda. De acordo com estudo da Universidade de Surrey, estas bebidas não fornecem as doses necessárias de iodo, elemento químico fundamental para prevenir a demência e desregulamentos hormonais. O iodo é ainda importante durante a gravidez, lê-se no The Independent.

Para chegar à conclusão de que os leites vegetais não possuem os níveis adequados de iodo, os cientistas analisaram 47 alternativas vegetais (soja, amêndoa, coco, aveia, arroz, avelã e cânhamo) e compararam com o leite tradicional (meio-gordo).

Na prática, concluiu a investigação, um copo de alternativa ao leite de vaca providencia cerca de 2 mcg de iodo, enquanto um mesmo copo de leite de vaca oferece 150 mgc de iodo. "Na gravidez, a recomendação é de 200 mgc por dia", destaca Margaret Rayman, professora de nutrição e uma das mentoras do estudo.

Para quem consome bebidas vegetais, a suplementação pode ser necessária, por isso o melhor mesmo é consultar um médico.