Home » Cadeia do Leite » Brasil volta a ter autorização para exportar lácteos ao Japão

Brasil volta a ter autorização para exportar lácteos ao Japão

06/11/2017 09:39:59 - Por: Valor Econômico

De acordo com o ministério brasileiro, a reabertura ocorreu depois da aprovação do certificado sanitário internacional para exportação, numa negociação que durou dois anos.

Responsive image
A Secretaria de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura recebeu na última quarta-feira comunicado da reabertura do mercado japonês para produtos lácteos do Brasil. De acordo com o ministério brasileiro, a reabertura ocorreu depois da aprovação do certificado sanitário internacional para exportação, numa negociação que durou dois anos.

O Brasil já teve autorização para exportar lácteos ao Japão há cerca de cinco anos, mas houve paralisação dos negócios para uma revisão do certificado sanitário internacional, de acordo com fontes da indústria.

Conforme o Ministério da Agricultura, poderão ser exportados produtos lácteos das áreas livres da febre aftosa com e sem vacinação no Brasil.

O Japão é o sétimo maior importador mundial de lácteos e importou, em 2016, cerca de 62 mil toneladas de soro de leite em pó, 13 mil toneladas de manteiga, 258 mil toneladas de queijos e 201,5 mil toneladas de outros produtos lácteos (leite em pó desnatado, caseína, caseinatos, lactose, entre outros), de acordo com o ministério. As importações de lácteos do país asiático corresponderam a cerca de US$ 1,2 bilhão.

Na nota do ministério, o secretário de Relações Internacionais da Pasta, Odilson Ribeiro, diz que "o Japão é um cliente muito importante pelo grande potencial de consumo e pelo grau de exigência que tem, demonstrando a capacidade do Brasil de atender estas exigências".