Home » Cadeia do Leite » Anvisa proíbe venda de lote de leite condensado fabricado em Minas por conter bactéria

Anvisa proíbe venda de lote de leite condensado fabricado em Minas por conter bactéria

03/01/2018 19:38:46 - Por: Estado de Minas

Laudo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária constatou que a contaminação pode provocar vômitos, dor de barriga e mal-estar. Empresa nega que haja irregularidades.

Responsive image
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu um lote inteiro de leite condensado da marca "Fazendeira" de Minas Gerais. O veto foi ao lote 0681M1 que, de acordo com análises, tem presença, em excesso, de Estafilococos Coagulase Positiva, bactéria que pode provocar vômitos, dor de barriga e mal-estar.

De acordo a Anvisa, “A Baduy e Cia Ltda., empresa fabricante do leite condensado Fazendeira, não poderá mais comercializar e distribuir o produto, além de ter que recolher todo o estoque existente no mercado”. O laudo foi feito pelo laboratório Central Noel Nutels, do Rio de Janeiro.

O lote citado do produto já estava interditado há 90 dias de forma preventiva, prazo que a empresa fabricante do leite condensado tinha para apresentar contraprova. Mas, segundo a Anvisa, isso não ocorreu. 

Em nota, a empresa informou que já recolheu todo o produto que estava no mercado. Ainda de acordo com a empresa, não foi registrada nenhuma reclamação relacionada ao lote citado e análise feita por empresa contrata pela fabricante, no mesmo lote analisado pela Anvisa, não encontrou irregularidades. 

“Aproveitamos a oportunidade para reiterar nosso compromisso de qualidade e confiabilidade dos nossos produtos com o consumidor, e informamos que o consumo do produto não oferecia riscos para a saúde. A Baduy e Cia. é uma empresa que está há 80 anos no mercado de produtos laticínios e se preocupa com a qualidade e com o controle microbiológico efetivo de todos os produtos e que está a disposição através do SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor), cujo contato se encontra na embalagem de nossos produtos, para quaisquer outros esclarecimentos.”, informa a empresa por nota.