Home » Cadeia do Leite » Trevo Alimentos conclui joint venture com Ehrmann

Trevo Alimentos conclui joint venture com Ehrmann

22/01/2018 10:24:21 - Por: Diário do Comércio

Associação entre as duas companhias resultará em um investimento de R$ 200 milhões em 5 anos.

Responsive image
A empresa mineira de lácteos Trevo Alimentos e a alemã - do mesmo segmento - Ehrmann AG anunciaram, este mês, a criação de uma joint venture que vai explorar, por meio de novas tecnologias e produtos, o mercado brasileiro de iogurtes e sobremesas. Serão investidos R$ 200 milhões, nos próximos cinco anos, na expansão da fábrica localizada em Sete Lagoas, na região Central, contratação de mão de obra e ampliação do portfólio da Trevo Alimentos no País.

O diretor administrativo da Trevo Alimentos, Marcelino Rezende, afirma que a parceria é de grande importância para a empresa, que ainda atua em nível regional. “Temos o objetivo de voos mais altos como, por exemplo, ser nacional. Entendemos que alcançar o mercado nacional com o respaldo tecnológico e organizacional garantidos por uma parceria como essa é mais rápido e seguro”, afirma.

Por outro lado, ele destaca a importância da joint venture também para a Ehrmann AG, que há algum tempo tem interesse em chegar ao mercado brasileiro. Rezende lembra que a parceria é uma ótima oportunidade para a empresa alemã se aproximar não só do Brasil, mas também do mercado latino-americano de maneira geral.

O CEO da Ehrmann AG, Christian Ehrmann, explica que a transação faz parte de uma estratégia de diversificação internacional da empresa. “A estratégia da Ehrmann é fortalecer sua posição na Alemanha e crescer internacionalmente. Esse crescimento deve ser atingido organicamente e por meio de parcerias. Por meio desta joint venture no Brasil, a Ehrmann fortalece sua presença em um País que tem sido analisado pela empresa há alguns anos”, afirma.

A Ehrmann AG é uma das maiores empresas de lácteos na Alemanha. Além da planta sede, a empresa possui indústrias na Rússia e nos Estados Unidos, escritórios na Itália, Espanha, República Checa, Polônia, Finlândia e China. A Ehrmann tem mais de dois mil empregados, que trabalham na fabricação de produtos que são vendidos em mais de 50 países. A receita bruta da empresa é de 750 milhões de euros.

O diretor da Trevo Alimentos não detalha os planos para a joint venture, mas garante que o ponto principal dessa parceria será o investimento de R$ 200 milhões nos próximos cinco anos. O aporte será usado no desenvolvimento de novas tecnologias de produção e, consequentemente na ampliação do portfólio da Trevo Alimentos, que hoje produz iogurtes, bebidas lácteas, manteiga, requeijões e petit suisse. “A gama de produtos que ainda não disponibilizamos é grande e precisamos diminuir esta lacuna”, destaca.

Para suportar a expansão de portfólio, a ampliação da fábrica em Sete Lagoas também é certa, segundo o diretor. Ele não detalha, mas garante que a planta ganhará novas linhas de produção, o que resultará, também, em novas contratações. Atualmente, a fábrica tem 275 funcionários e receita bruta de R$ 150 milhões.

Rezende acredita que o mercado brasileiro de produtos lácteos ainda tem muitas lacunas que podem ser aproveitadas. Para ele, o consumo ainda é baixo no Brasil e, por isso, a associação a uma grande empresa como a Ehrmann AG pode ajudar na conquista de novos clientes. “Conhecemos o mercado brasileiro e sabemos das nossas limitações para acessá-lo integralmente. Mas também acreditamos que parceiras como essas podem transformar essas limitações em planejamento para transpor desafios”, diz.