Home » Cadeia do Leite » Produção de lácteos na Rússia aumentou em 4% desde 2013

Produção de lácteos na Rússia aumentou em 4% desde 2013

31/01/2018 09:54:51 - Por: UkrAgroConsult Ltd, publicadas no Milkpoint

Na estrutura, a produção foi dominada pelo leite e creme.

Responsive image
Em 2013-2017, a produção de produtos lácteos na Rússia cresceu em 4% e atingiu 11,1 milhões de toneladas. Na estrutura, a produção foi dominada pelo leite e creme.

De acordo com a "Análise da indústria de lácteos da Rússia", preparado pelo Businesstat em 2018, de 2013 a 2017, a produção de leite no país aumentou em quase 0,5 milhão de toneladas, ou 4%. Em 2017, o volume de produção de produtos lácteos subiu para 11,136 milhões de toneladas.

Apesar do fato de que em 2014 foi imposto o embargo de alimentos e as importações diminuíram, o crescimento significativo da produção doméstica de produtos lácteos não foi seguido. Em relação ao enfraquecimento do Rublo, o custo de produção de produtos lácteos e os preços de varejo restringem consideravelmente o poder de compra da população. Nessas circunstâncias, os recursos de crédito estavam inacessíveis para os produtores.

Além disso, as restrições ao crescimento dos volumes de produção colocam o déficit da base de recursos - o número de vacas mostra uma diminuição anual e inibe o crescimento dos volumes de produção de leite cru.

Em meio a todos esses fatores, a indústria continua concorrendo com produtos importados, especialmente da Bielorrússia. Sobre isso, no biênio 2015-2017, o crescimento da produção de lácteos foi de apenas 15%, e em 2017 e diminuiu para 0,2%.

Entre os principais grupos de produtos lácteos, a participação mais significativa da produção foi de leite e creme. Em 2017, a participação de leite e creme representou 51,4% do total produzido na Rússia de produtos lácteos.

A perspectiva é que em 2018-2022 anos, a produção da indústria de lácteos russa crescerá anualmente. Espera-se que, em 2022, o volume de produção de produtos lácteos na Rússia seja de 11,7 milhões de toneladas.