Home » Cadeia do Leite » Nestlé pagará prêmio a produtor que fornecer leite livre de hormônios e estimulantes

Nestlé pagará prêmio a produtor que fornecer leite livre de hormônios e estimulantes

08/02/2018 10:31:24 - Por: Valor Econômico

Multinacional suíça vai pagar bônus de R$ 0,07 por litro aos pecuaristas brasileiros.

Responsive image
A suíça Nestlé informou que vai pagar um bônus de R$ 0,07 por litro a pecuaristas brasileiros que fornecerem leite produzido por rebanho sem tratamento com hormônios e estimulantes.

O programa, denominado Nature, que visa incentivar a produção de “um leite mais próximo possível do natural”, segundo a empresa, é uma evolução de um já existente, Boas Práticas na Fazenda (BPF), criado em 2005, com o objetivo de estimular o fornecedor “a produzir um leite de melhor qualidade e com maior segurança e rentabilidade”.

No BPF Nature, serão avaliados na produção de leite fatores como água (medição com hidrômetros), bem-estar animal (mochação com uso de anestesia e analgesia; e suspensão da utilização dos hormônios BST e ocitocina, usados para induzir a lactação) e meio ambiente (correta destinação e tratamento dos dejetos).

A partir de março, os fornecedores de leite interessados em se adequar receberão o Manual de Boas Práticas na Fazenda Nature, com as informações necessárias para a implementação. Os que aderirem ao programa serão submetidos a auditoria para verificar se os critérios estão sendo atendidos.

Hoje, o produtor que participa do programa Boas Práticas recebe R$ 0,03 por litro de leite por adequar sua fazenda nos temas de saúde animal, drogas veterinárias, alimentação animal, ordenha e armazenagem do leite. Se aprovado também no BPF Nature, o produtor passará a receber mais R$ 0,07 por litro de leite, somando um prêmio de R$ 0,10, informa a Nestlé em nota.

“Hoje, 98% dos nossos parceiros estão certificados e adotam as práticas estabelecidas pelo programa [BPF]. Entendemos que chegou a hora de evoluir e capacitar ainda mais o nosso produtor sobre a importância de estar inserido nesse contexto de responsabilidade de fornecimento social e sustentável”, afirma René Machado, Head de MilkSourcing da Nestlé Brasil, na nota.