Home » Cadeia do Leite » Com investimento de R$70 milhões, Selita apresenta local da nova sede

Com investimento de R$70 milhões, Selita apresenta local da nova sede

23/02/2018 11:00:01 - Por: Aqui Notícias

Serão duas unidades de produção uma para produtos em pó e outra para refrigerados. A nova unidade terá capacidade para processar 1,5 milhão de litros de leite por dia.

Responsive image
A Cooperativa de Laticínios Selita realizou nesta quinta-feira (22) a apresentação oficial do terreno onde será construída a sua nova sede. O evento contou com a presença do vice-governador Cesar Colnago, do prefeito de Cachoeiro Victor Coelho, do presidente da cooperativa Rubens Moreira, além de cooperados, deputados estaduais, vereadores e diversas lideranças cooperativistas e empresariais.

O vice-governador César Colnago ficou impressionado com a grandiosidade da obra e ressaltou a importância do investimento. “É uma grande iniciativa que vai gerar emprego desde a obra. Já vejo aqui maquinários, funcionários, enfim, uma inovação que vai agregar mais qualidade aos produtos e mais desenvolvimento para a região Sul capixaba”, ressaltou Colnago.

O projeto é audacioso. A nova unidade, localizada na BR 101 na Safra, vai abranger uma área de 1 milhão de m², sendo 200 mil m² de área construída com duas unidades de produção: uma para produtos em pó e outro para refrigerados. Pelo menos 200 empregos deverão ser gerados durante esse processo. A nova unidade terá capacidade para processar 1,5 milhão de litros de leite por dia. É o que detalha o engenheiro que projetou o empreendimento, Amaury Bellini. “Vamos trazer a maior parte do maquinário para esta área. Nossa meta é que em 30 meses se inicie a produção nesta planta”, explicou.


Os associados da cooperativa de laticínios serão os grandes beneficiados com o empreendimento, uma vez que a produção de leite vai aumentar e a matéria prima deverá vir de mais cooperativas de estados que fazem a divisa com a região Sul do Espírito Santo. “A cooperativa chega aos 80 anos com sua saúde financeira revitalizada. A obra está orçada em cerca de R$ 70 milhões e já temos o dinheiro em caixa para custear toda a construção. A sede atual da Selita se tornou cara e insustentável. Desde o fornecimento de água até o tratamento de resíduos e economia de energia, não existem mais condições de operar ali. Na nova sede vamos economizar milhões”, afirmou o presidente da Selita, Rubens Moreira.

O produtor de leite Elimário Fiório, de Rio Novo do Sul, conta que essa obra reflete o valor que o produtor rural tem. “É um futuro promissor para nós produtores, e esperamos que os novos eleitos vejam com bons olhos esse grande empreendimento e valorizem mais o agronegócio”, frisou.

O prefeito de Cachoeiro, Victor Coelho, destacou que é uma honra ter tantos investimentos dessa magnitude em seu governo. “Cachoeiro está recebendo, além da nova sede da cooperativa de laticínios, a nova faculdade Multivix orçada em R$ 50 milhões e a nova sede do Hospital Unimed da ordem de R$ 65 milhões. A Selita tem um orçamento de cerca de R$ 300 milhões, muito mais que alguns municípios do Espírito Santo. Mostra como a gestão séria e competente traz resultados” destacou.

O presidente da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), Pedro Scarpi, disse que a OCB está a total disposição para trabalhar pela cooperativa de laticínios. Fala também reforçada pelos deputados estaduais Marcos Mansur e Rodrigo Coelho, sendo que Coelho foi várias vezes citado por Rubens Moreira como um dos maiores defensores da pecuária sul capixaba nos últimos anos.