Home » Cadeia do Leite » Produtora foi do nada aos 11 mil litros de leite por mês

Produtora foi do nada aos 11 mil litros de leite por mês

05/03/2018 09:20:03 - Por: Canal Rural

Pequena produtora, aos 21 anos e com a ajuda do Crédito Fundiário, adquiriu 9,25 hectares em SC, passou a criar vacas e já pensa em investir na horticultura.

Responsive image
Criada ajudando o pai na lida da pequena propriedade da família Rossatto, Suzana sonhava em ampliar a área para que pudesse viver da terra e junto da família. Sonho que se tornou realidade quando, por meio de uma capacitação no Sindicato da Agricultura Familiar de Pinhalzinho (SC), conheceu o Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF). Em 2009, a jovem agricultora, na época com 21 anos, adquiriu 9,25 hectares no município de Saudades (SC), ao lado das terras da família.

“Sempre amei a roça e nunca me vi fora dela. Teve até um momento em que tentei trabalhar na cidade, mas minha cabeça ficava lá, na lida com a terra e nas coisas que realmente eu gostava de fazer. Quase adoeci. Fiquei bem angustiada. Daí veio a oportunidade de comprar a terra vizinha à do meu pai e com isso ampliar a produção familiar. Nem hesitei, agarrei com toda a força”, conta Suzana.

Além da terra, o financiamento para Subprojeto de Investimento Básico (SIB) do PNCF possibilitou a compra de 10 vacas, permitindo que a jovem começasse a atividade leiteira em sua propriedade. Suzana possui hoje, um rebanho de 60 cabeças. Entre elas, 30 são vacas leiteiras que rendem 11 mil litros de leite por mês, comercializados integralmente para uma cooperativa de da região.

A venda do leite garante uma renda mensal de cerca de R$ 5.000, mais de oito vezes o valor que tirava como empregada no pouco tempo em que trabalhou em uma fábrica de fogões.

“Foi boa demais essa oportunidade. Eu queria muito comprar uma terra, mas não tínhamos recurso para isso, pois só com a produção de suínos do pai o retorno era pequeno. Se não fosse o Crédito Fundiário, nunca teria conseguido”, afirma. 

Vivendo e aprendendo

Buscando aprimorar o conhecimento e potencializar a atividade leiteira, Suzana fez cursos de inseminação de bovinos e empreendedorismo rural. A jovem agricultora passou também a integrar a Comissão de Juventude do Sintraf de Saudades, levando sua experiência a outros jovens da região.

Atenta às oportunidades, a jovem beneficiária do PNCF, buscou nas políticas públicas - como Pronaf, Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR), entre outras - recursos para desenvolver sua produção e estruturar sua propriedade. Suzana afirma que ainda neste ano pretende iniciar a produção de hortaliças e verduras, diversificando a fonte de ganho.

Casada há quatro anos, a jovem espera o segundo filho e se orgulha de não ter abandonado a lida mesmo grávida. “Meu amor pela terra conquistou até meu marido, que deixou o trabalho na cidade para se juntar a nós, completando a minha felicidade”, contou.

Numa sociedade familiar, pai, filha e genro dividem o trabalho, os gastos e os ganhos, reafirmando o programa como uma importante ferramenta de inclusão, sucessão e consolidação da agricultura familiar. 

Crédito

O Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF) oferece condições para que os trabalhadores rurais sem terra ou com pouca terra possam comprar um imóvel rural por meio de um financiamento. O recurso é usado na estruturação da infraestrutura necessária para a produção e assistência técnica e extensão rural. 

Além da terra, o agricultor pode construir sua casa, preparar o solo, comprar implementos, ter acompanhamento técnico e o que mais for necessário para se desenvolver de forma independente e autônoma.