Home » Cadeia do Leite » Nestlé muda estrutura do açúcar para reduzir uso do ingrediente em doces no Reino Unido

Nestlé muda estrutura do açúcar para reduzir uso do ingrediente em doces no Reino Unido

28/03/2018 10:08:36 - Por: Jornal O Globo

Segundo a companhia, o açúcar reestruturado é aerado, poroso, diferente do açúcar tradicional, que é em cristal.

Responsive image

A Nestlé recorreu à ciência para responder a uma demanda dos consumidores: a redução na quantidade de açúcar nos doces. Na última segunda-feira, a fabricante anunciou o lançamento do Milkybar Wowsomes, o primeiro produto da companhia a usar um tipo de “açúcar reestruturado”, que permitiu a redução no uso do ingrediente na receita em 30%. 

Segundo a companhia, o açúcar reestruturado é aerado, poroso, diferente do açúcar tradicional, que é em cristal. Dessa forma, o ingrediente se dissolve mais rapidamente na boca, fazendo com que o mesmo sabor seja alcançado com uma quantidade menor do ingrediente. O novo açúcar é produzido a partir da secagem com ar quente de uma mistura de açúcar, leite em pó e água. O leite estabiliza o açúcar e evita que ele se torne um caramelo.

Na última segunda-feira, a fabricante anunciou o lançamento do Milkybar Wowsomes, o primeiro produto da companhia a usar um tipo de “açúcar reestruturado”, que permitiu a redução no uso do ingrediente na receita em 30%.

O novo açúcar está sendo produzido numa fábrica da Nestlé em Dalston, no Reino Unido. O Milkybar Wowsomes é o primeiro produto a utilizá-lo. Inicialmente, o chocolate será oferecido apenas no Reino Unido e na Irlanda. 

No ano passado, a Public Health England (PHE, a agência de saúde pública da Inglaterra) determinou que as fabricantes de doces deveriam reduzir, voluntariamente, a quantidade de açúcar nos produtos em 20% até 2020, incluindo um corte de 5% nos primeiros 12 meses. "Este anúncio mostra que a inovação pode exercer um papel para transformar os produtos cotidianos mais saudáveis" — disse a nutricionista chefe da PHE, Alison Tedstone, em entrevista ao “Guardian”. 

"Nós esperamos que isso encoraje outras companhias a explorarem o uso da tecnologia para a produção de produtos mais saudáveis e que alcancem a meta do governo de 20% até 2020". 

A Nestlé iniciou seu programa de redução de açúcar em 2000, com um compromisso público para reduzir o uso do ingrediente em 10% entre 2014 e 2016. Segundo Stefano Agostini, diretor executivo da Nestlé do Reino Unido, a empresa cortou 2,6 bilhões de colheres de chá de açúcar, ou 60 bilhões de calorias, das comidas e bebidas nos últimos três anos. "Nós estamos demonstrando como podemos, e iremos, contribuir para um futuro mais saudável e que assumimos nossas responsabilidade de saúde pública", afirmou Agostini.