Home » Cadeia do Leite » CNA e Sudene discutem acordo de cooperação para fortalecer produção agropecuária no Nordeste

CNA e Sudene discutem acordo de cooperação para fortalecer produção agropecuária no Nordeste

05/04/2018 08:42:53 - Por: Assessoria de Comunicação CNA/SENAR

A intenção das entidades é unir forças para fortalecer do sistema produtivo nordestino a partir de iniciativas como pesquisa.

Responsive image

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) estão construindo um acordo de cooperação técnica para desenvolver a região com foco na reserva estratégica de alimentação animal. 

A parceria foi tema de reunião nesta quarta (4) entre o presidente da CNA, João Martins, e o superintendente da Sudene, Marcelo Almeida das Neves. A intenção das entidades é unir forças para fortalecer o sistema produtivo nordestino a partir de iniciativas como a pesquisa de plantas adaptadas à região do Semiárido. 

Estamos saindo agora de um período de seis anos de seca e com essa parceria, vamos poder preparar nossa pecuária para o próximo ciclo, proporcionando uma nova etapa para a região do Semiárido,” afirmou o vice-presidente da CNA e presidente da Federação de Agricultura e Pecuária da Paraíba (FAEPA), Mário Borba, que participou do encontro. 

A parceira deve contemplar também ações voltadas ao controle biológico da cochonilha do carmim (praga que ataca os palmais), à mecanização da colheita da palma forrageira e ao registro de herbicidas para essa cultura. 

Com esse trabalho, queremos garantir a segurança alimentar do rebanho nordestino, o que irá refletir diretamente na melhoria da produtividade, da condição do rebanho e garantir lucro para o produtor rural da região”, destacou o superintendente da Sudene, Marcelo Almeida das Neves. 

A reunião também contou com a participação do diretor-geral do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Daniel Carrara, dos presidentes das Federações de Agricultura e Pecuária da Bahia, Humberto Miranda, e do Maranhão, Raimundo Coelho, do diretor do Instituto CNA (ICNA), Rodolfo Tavares, do secretário executivo do ICNA, André Sanches, do superintendente técnico da CNA, Bruno Lucchi e do assessor técnico da CNA, Joaci de Medeiros.