Home » Cadeia do Leite » Pastejo rotacionado é vantajoso para a criação de ovinos e caprinos

Pastejo rotacionado é vantajoso para a criação de ovinos e caprinos

05/04/2018 09:56:50 - Por: Nordeste Rural. Foto: Luiz Gonzaga Pinto de Queiroz/Embrapa

Qualquer gramínea forrageira pode ser usada no plantio, desde que seja bem adaptada à região.

Responsive image

Um sistema especial de pastejo foi planejado pelos pesquisadores da Embrapa para promover oferta de alimento durante todo o ano na região do semiário brasileiro. É o chamado sistema de pastejo rotacionado e é direcionado para os ovinos e caprinos. Ele também explora a utilização de irrigação. O sistema resolve o principal problema dos produtores da região oferecendo a produção  de alimento para o rebanho o ano todo. 

A escassez e a má distribuição de chuvas no semi-árido tornam a produção de pastagem bastante irregular na região. Uma outra característica do sistema rotacionado é que ele pode  ser utilizado em qualquer região do País, desde que o produtor tenha água disponível para irrigar as pastagens. 

Qualquer gramínea forrageira pode ser usada no plantio, desde que seja bem adaptada à região, resistente ao pastejo e tenha um bom rendimento forrageiro. Com a adoção desse tipo de pastejo, os produtores podem oferecer carne de boa qualidade e atender às exigências do mercado de pele. Uma das principais vantagens do sistema é a redução na idade de abate de 18 meses para 4 a 6 meses, com variação de peso vivo de 26 a 32 quilos após 75 a 90 dias de pastejo.