Home » Cadeia do Leite » Produtores de Patrocínio Paulista agregarão valor à produção de leite graças às obras adquiridas com recursos do Microbacias II

Produtores de Patrocínio Paulista agregarão valor à produção de leite graças às obras adquiridas com recursos do Microbacias II

06/04/2018 11:38:21 - Por: Secretaria de Agricultura e Abastecimento de SP. Foto: Adriano Hermini

A infraestrutura para recebimento de leite tem dois tanques refrigerados com capacidade de 15 mil litros.

Responsive image
Os produtores rurais da Associação dos Pequenos Produtores de Patrocínio Paulista e Região poderão agregar valor à sua produção de leite, com a entrega das obras de infraestrutura para recebimento do alimento, conquistada por meio de recursos do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável – Microbacias II – Acesso ao Mercado. O estabelecimento foi inaugurado pelo secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, no último sábado (31).

A infraestrutura para recebimento de leite tem dois tanques refrigerados com capacidade de 15 mil litros, um caminhão com tanque rodoviário para transportar 9 mil litros de leite, equipamentos para refrigeração, além da construção de um galpão para armazenamento dos tanques e escritório, beneficiando 34 produtores da Associação, que poderão vender o alimento diretamente à indústria. O valor total do investimento foi de R$ 737.502,46, sendo R$ 516.251,72 apoiado pelo Estado e R$ 221.250,74 em contrapartida da entidade.

Para o secretário Arnaldo Jardim, o Projeto Microbacias II é um programa “emancipador” que cria condições para o produtor rural acessar novos mercados. “Este projeto é um exemplo de superação, pois quando organizados, os produtores podem aumentar sua produtividade para gerar mais renda e agregar valor a sua produção. Apoiar o pequeno produtor é uma determinação do governador Geraldo Alckmin”, disse.

Para o presidente da Associação, José Augusto, a entrega desse empreendimento é o primeiro passo do desafio e a entidade prosperará com a união dos produtores. “Os pequenos produtores encontram muitas barreiras e isso reflete na falta de recurso e na queda da produtividade, pois muitas vezes vendemos leite abaixo do preço de custo. Esta inauguração é uma semente que estamos plantando e agora temos que nos organizar para que possamos conquistar novos mercados, para gerarmos renda, melhorar a produção e agregar valor”, defendeu.

Plano Mais Leite, Mais Renda

Arnaldo Jardim reforçou as ações da Secretaria de Agricultura para aumentar a produtividade e a qualidade da produção da pecuária leiteira no Estado, como o Plano Mais Leite, Mais Renda, lançado para alavancar a produção leiteira na região e coordenar a cadeia produtiva. “O Estado de São Paulo é vanguarda na pesquisa e técnicas de manejo, mas estamos muito abaixo da nossa capacidade de produção. Somos apenas o sétimo Estado com maior produção, sendo que importamos a maior parte do que consumimos. Temos que reverter esse quadro diante do potencial que o setor produtivo leiteiro paulista tem de crescimento e agregação de valor”, defendeu o titular da Pasta.