Home » Cadeia do Leite » Queda de preços do leite longa vida pressionou os resultados da Jussara

Queda de preços do leite longa vida pressionou os resultados da Jussara

07/05/2018 08:41:54 - Por: Valor Econômico

Assim como outras empresas do setor de lácteos, a Jussara foi afetada por um mercado desaquecido e com maior oferta em 2017.

Responsive image
Depois de ter registrado um resultado recorde em 2016, a Usina de Laticínios Jussara viu seu lucro recuar 97%, saindo de R$ 45,047 milhões para R$ 1,263 milhão no ano passado, de acordo com o balanço publicado pela companhia.

A receita líquida da Jussara, que tem sede em Patrocínio Paulista (SP), também diminuiu, a despeito do aumento de 5% nos volumes comercializados, refletindo, sobretudo, a queda dos preços do leite longa vida no mercado. As vendas líquidas da empresa somaram R$ 794,333 milhões, retração de 4,65% em comparação com os R$ 833,042 milhões de 2016.

Assim como outras empresas do setor de lácteos, a Jussara foi afetada por um mercado desaquecido e com maior oferta em 2017. A produção inspecionada de leite para processamento cresceu no ano passado, o que fez os preços ao produtor caírem 6% na média no pais, de acordo com Odorico Alexandre Barbosa, diretor superintendente da Jussara.

A disponibilidade de leite longa vida também aumentou em função da maior quantidade de matéria-prima. Os preços do longa vida da indústria ao varejo, no entanto, caíram de forma mais acentuada, 16%, afirmou. "Houve excedente de oferta de matéria-prima e retração no consumo", disse o empresário.

Nesse ambiente, as margens da Jussara foram bastante pressionadas, saindo de "atípicos" 12% em 2016 para apenas 1,7% em 2017. Apesar do último ano difícil, Barbosa mostra otimismo e espera um 2018 com melhores resultados.


Até em função do próprio ciclo do setor de leite, que intercala períodos de oferta mais elevada de matéria-prima com os de menor disponibilidade, o diretor da Jussara avalia que 2018 "tende a ser melhor que no ano passado". Segundo ele, "o primeiro trimestre ainda está lento", mas as margens "estão mais razoáveis", num cenário de preços "mais comportados" do leite ao produtor. 

Apostando na melhora do mercado, Barbosa acredita que a Jussara conseguirá alcançar um faturamento bruto entre R$ 1,050 bilhão e R$ 1,080 bilhão este ano. A empresa esperava atingir a marca de R$ 1 bilhão em 2017, mas a queda nos preços do leite longa vida num mercado desaquecido a impediu de bater a meta.

A Jussara encerrou o último ano com receita bruta de R$ 929 milhoes, abaixo dos R$ 947 milhoes registrados no ano anterior.