Home » Cadeia do Leite » Dielat quer incentivar aumento da produção leiteira em Taquara-RS

Dielat quer incentivar aumento da produção leiteira em Taquara-RS

22/06/2017 10:10:44 - Por: Jornal Panorama

A empresa trabalha na produção de laticínios como leite em pó, leite tipo C, leite UHT, entre outros produtos relacionados à área.

Responsive image
Completando um ano de atividades em Taquara, depois de ter assumido as instalações anteriormente utilizadas pela Cooperativa Taquarense de Laticínios (Cootall), a Dielat está com seu projeto consolidado no município. A avaliação foi feita pelo diretor-jurídico da empresa, Giovani Keller, em entrevista ao programa Painel 1490, da Rádio Taquara, na terça-feira. Atualmente, a indústria gera 55 empregos diretos, e vários indiretos no município. A empresa busca ampliar a produção leiteira na própria região, de forma a incentivar a cadeia.

Giovani ressaltou, na entrevista, o apoio que a Dielat teve do poder público para se instalar em Taquara. Destacou que a empresa foi procurada devido às dificuldades que a Cootall vinha apresentando para se manter em atividade, e a administração, que estava, naquela ocasião, fazendo contatos com a empresa Fruki, tomou conhecimento da intenção da Dielat em expandir suas atividades. A empresa trabalha na produção de laticínios como leite em pó, leite tipo C (saquinho), leite UHT (caixinha), entre outros produtos relacionados à área. A Dielat possui marca própria, mas também industrializa leite para outras empresas que têm suas marcas, porém não possuem o setor industrial.

Neste primeiro ano, Giovani informou que o processo foi de consolidação da indústria. Destacou que foram necessários investimentos no prédio às margens da avenida Sebastião Amoretti, a fim de adequá-lo às exigências sanitárias. Hoje, a industrialização chega a 150 mil litros por dia, em média, com a meta de alcançar até 300 mil litros, quando a unidade estiver em sua plena capacidade. Para tanto, a Dielat fez investimentos na melhoria dos equipamentos e do prédio. Giovani lembrou que o imóvel que sedia a companhia pertence ao governo do Estado, como remanescente da antiga Companhia Riograndense de Laticínios e Correlatos (Corlac). Atualmente, este imóvel foi cedido pelo governo gaúcho à Prefeitura de Taquara, que, por sua vez, cede à Dielat, mediante o compromisso do pagamento de valores e geração de empregos.

Keller ressaltou que uma das prioridades, do momento, é trabalhar em conjunto com a administração de Taquara e demais entidades ligadas à agropecuária do município para o fomento à cadeia do leite. Atualmente, nem toda a matéria prima para a industrialização da Dielat é obtida dos produtores regionais, o que, segundo Giovani, encarece a produção, devido a custos como frete, entre outros. Por isso, a ideia é cada vez mais aumentar a compra de leite dos produtores regionais. Keller enfatizou que o trabalho visa a mostrar aos agricultores como o leite pode ser uma alternativa de renda mensal, uma vez que se trata de um produto cuja safra se estende por todo o ano, não tendo apenas colheitas anuais. A Dielat está sendo parceira nas conscientizações, na disseminação de tecnologias, entre outras atividades, em uma parceria com a Secretaria de Desenvolvimento de Taquara, Emater e Sindicatos Rurais.