Home » Cadeia do Leite » Anffa critica contratação temporária

Anffa critica contratação temporária

30/06/2017 09:26:42 - Por: Anffa Sindical. Foto: Gabriel Bonilha/Embrapa

Sindicato acredita que fiscalização agropecuária deve ser realizada apenas por servidores de carreira.

Responsive image
O Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical) divulgou nota nesta quinta-feira, 29, criticando o pedido de contratação temporária de médicos veterinários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) ao Ministério do Planejamento. “A fiscalização agropecuária é uma atividade típica de Estado, portanto deve ser realizada por servidores de carreira a fim de garantir a independência do processo de fiscalização”.

O pedido foi anunciado nesta quarta, 28, pelo Mapa com o objetivo de minimizar o problema da falta de fiscais até que seja realizado concurso público que deve contratar 1.600 profissionais. O Anffa Sindical defende concurso imediato para essas vagas “a fim de que a fiscalização agropecuária brasileira possa desempenhar plenamente a atividade”.

O sindicato ainda disse que a contratação põe em xeque a isenção do trabalho de inspeção. “É preciso considerar ainda que o profissional contratado temporariamente, ao fim do período de contrato, estará à mercê do mercado, o que abre a possibilidade de vir a ser contratado pela mesma empresa em que atuou em nome do Mapa e da sociedade brasileira”.

Segundo a entidade, o número de auditores fiscais agropecuários caiu mais de 35% nos últimos anos, enquanto o mercado do setor cresceu mais de 200%. “Hoje, 270 frigoríficos que atuam no mercado internacional não têm um auditor fiscal federal agropecuário (Affa) trabalhando diariamente. O objetivo inicial do Mapa era ter dois profissionais por turno em cada uma dessas plantas”.