Home » Cadeia do Leite » Tetra Pak põe no país novo centro de inovação ao cliente

Tetra Pak põe no país novo centro de inovação ao cliente

11/07/2017 08:17:00 - Por: Valor Econômico

Unidade, que será inaugurada nesta terça-feira em Monte Mor/SP, é resultado de investimentos de 10 milhões de euros cerca de R$ 40 milhões.

Responsive image
A multinacional de origem sueca Tetra Pak escolheu o Brasil como sede de seu novo Centro de Inovação ao Cliente (CIC). A unidade, que será inaugurada nesta terça-feira, é resultado de investimentos de € 10 milhões (cerca de R$ 40 milhões) e será a primeira da maior fabricante do mundo de embalagens longa vida na América Latina - e a quarta da operação global.

Clientes de toda a região serão atendidos no novo centro, explica o presidente da Tetra Pak no Brasil, Marcelo Queiroz. A escolha do país, que é o segundo maior mercado do mundo para a companhia, levou em conta a relevância da operação local e oportunidades que serão exploradas tanto no mercado de bebidas quanto de alimentos.

Atualmente, além do Brasil, a Tetra Pak tem centros dessa natureza nos Estados Unidos, Emirados Árabes e Cingapura. Até 2019, deverá contar com nove CICs ao redor do mundo.

De acordo com Queiroz, a instalação do centro em Monte Mor (SP), onde a empresa tem uma fábrica, vai conferir rapidez ao desenvolvimento de projetos de consumidores. "O cliente faz a jornada total no centro, desde a criação até o "go-to-market" [estratégia de ida ao mercado]", afirma.

Equipado com uma planta-piloto e linhas de envase, entre outras para teste, o centro confere agilidade ao desenvolvimento de projetos e reduz o tempo de atendimento ao consumidor - antes, era necessário o deslocamento com clientes brasileiros para operações internacionais.

Segundo Queiroz, especialmente no ano passado, a crise econômica enfrentada pelo país levou ao aumento na procura por eficiência industrial entre os clientes da Tetra Pak. Do fim do ano para cá, também ganhou força a busca por inovação. "Apesar da crise, há interesse global no Brasil. Afinal, não são tantos os mercados com 200 milhões de consumidores", acrescenta.

Em 2016, conforme o executivo, houve crescimento na demanda por embalagens cartonadas assépticas, mas o ano foi marcado principalmente pela redução de estoques. Em 2017, com a cadeia desestocada, o ritmo de vendas está mais forte. "É difícil saber se seguiremos nesse ritmo porque há muita incerteza [no ambiente macroeconômico]", explica.

A Tetra Pak vendeu cerca de 11 bilhões de embalagens no mercado brasileiro no ano passado e exportou outras 3 bilhões de unidades. Com a conclusão do projeto de ampliação da fábrica de Ponta Grossa (PR), com investimentos de R$ 200 milhões, a empresa está apta a acompanhar o crescimento da demanda ao menos nos próximos dois anos, diz Queiroz.