Home » Cadeia do Leite » EUA: IBM e Universidade de Cornell trabalham juntas para manter o fornecimento global de leite seguro

EUA: IBM e Universidade de Cornell trabalham juntas para manter o fornecimento global de leite seguro

12/07/2017 09:08:30 - Por: Dairy Reporter, traduzidas pela Equipe MilkPoint

O objetivo é ajudar a minimizar a chance de que um risco alimentar atinja os consumidores e fornecer uma ferramenta para auxiliar contra a fraude alimentar na indústria global de lácteos.

Responsive image
A IBM Research e a Universidade de Cornell se uniram para ajudar a melhorar a segurança do fornecimento global de leite por meio do sequenciamento genético e análise de dados (Big Data Analytics). A Universidade de Cornell também se tornou o mais novo membro da iniciativa de segurança alimentar do ‘Consórcio para Sequenciamento da Cadeia de Fornecimento de Alimentos’. O consórcio está conduzindo um estudo de metagenômica em grande escala para categorizar e compreender micro-organismos e os fatores que influenciam sua atividade em várias matrizes de alimentos.

A Bio-Rad Laboratories e a Mars participam do consórcio, que foi criado em 2015. O objetivo da colaboração entre a IBM e a Universidade de Cornell é ajudar a minimizar a chance de que um risco alimentar atinja os consumidores e fornecer uma ferramenta para auxiliar contra a fraude alimentar na indústria global de lácteos. 

O USDA estimou que cada cidadão americano consome mais de 600 libras (272 quilos) de leite e produtos à base de leite por ano e os produtos lácteos encabeçaram a lista dos maiores recolhimentos de produtos por segurança alimentar no ano passado. A parceria de pesquisa alavancará inteligência artificial e aprendizado automático para obter novos insights sobre como os micro-organismos interagem dentro de um ambiente particular, disse Jeff Welser, vice-presidente e diretor da IBM Research - Almaden.

Embora muitos produtores de alimentos já tenham procedimentos rigorosos para assegurar que os riscos de segurança alimentar sejam gerenciados adequadamente, essa aplicação pioneira da genômica será designada para permitir uma compreensão e uma caracterização mais profunda dos micro-organismos em uma escala muito maior do que já foi possível anteriormente.

O leite cru é o ingrediente principal nos produtos lácteos ao consumidor, mas as amostras são geralmente testadas para uma variedade limitada de bactérias. O projeto de pesquisa busca detectar anomalias anteriormente desconhecidas que podem representar um risco de segurança para a cadeia de fornecimento de produtos lácteos. Caracterizar o que é "normal" para um ingrediente alimentar pode ajudar a detectar quando algo está errado muito mais cedo no processo e evitar riscos para a segurança alimentar.

O ‘Consórcio para Sequenciamento da Cadeia de Abastecimento de Alimentos’ está expandindo essa gama de testes e detecção de bactérias usando a comunidade de micro-organismos conhecida como microbioma para caracterizar as amostras de alimentos em uma resolução muito maior. O projeto de pesquisa coletará dados genéticos do microbioma de amostras de leite cru em um cenário de "mundo real" na planta de processamento de leite de Cornell e na fazenda em Ithaca, Nova York.

A instalação engloba a cadeia completa de fornecimento de lácteos - desde a fazenda até o processamento para o consumidor. Esta coleta inicial de dados formará uma linha de base do leite cru e será usada para expandir ainda mais as ferramentas analíticas e bioinformáticas existentes no consórcio.

Ao sequenciar e analisar o DNA e o RNA dos microbiomas alimentares, os pesquisadores planejam criar novas ferramentas que possam ajudar a monitorar o leite cru para detectar anomalias que representem riscos para a segurança alimentar e possíveis fraudes.

A colaboração ajudará a "desenvolver novas maneiras de ajudar a manter nossa oferta de alimentos segura antes da ocorrência de fraudes ou contaminações através do desenvolvimento de algoritmos avançados, aplicação de aprendizagem automática e modelagem matemática para sequência de dados", disse Kristen Beck, pesquisadora técnica para o Consórcio de Sequenciamento da Cadeia de Fornecimento de Alimentos, IBM Research - Almaden. "A alimentação segura é o primeiro passo para a saúde humana".




hacklink child porno hacklink medyum beylikdüzü escort chip satışı zynga chip zynga chip chip satışı istanbul evden eve nakliyat sancaktepe evden eve nakliyat mersin escort