Home » Cadeia do Leite » Preço do leite UHT sobe quase 60% no primeiro semestre de 2018 no atacado de SP

Preço do leite UHT sobe quase 60% no primeiro semestre de 2018 no atacado de SP

23/07/2018 10:13:04 - Por: Munira Nasrrallah e Juliana Santos, em Boletim do Leite Cepea

A alta acelerada dos preços de lácteos principalmente na primeira quinzena de junho refletiu a baixa disponibilidade de estoque nas indústrias.

Responsive image
Os preços do leite UHT e queijo muçarela comercializados no atacado de São Paulo subiram expressivamente em junho, devido, principalmente, à greve de caminhoneiros ocorrida no final de maio. O preço do leite longa vida atingiu R$ 3,13/litro, em média, em termos reais (deflacionados pelo IPCA de junho/18), alta de 29% quando comparado a maio/18 e de 19% frente a junho/17. No acumulado do ano (jan a jun) o aumento é de 58%. Em relação ao queijo muçarela, o preço médio em junho fechou em R$ 19,60/kg, em termos reais (deflacionados pelo IPCA de junho/18), aumento de 14,7% ante a maio/18 e 19% superior a junho/17. No acumulado do ano (jan a jun), a elevação é de 33,8%. Essa pesquisa diária de preços tem o apoio financeiro da OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras).

A alta acelerada dos preços de lácteos principalmente na primeira quinzena de junho refletiu a baixa disponibilidade de estoque nas indústrias, além da escassez da matéria-prima para o processamento dos derivados. Esse cenário foi ocasionado pela greve dos caminhoneiros. Os preços se mantiveram elevados durante todo o mês, totalizando R$ 0,74 de alta para o UHT em São Paulo.

Na média Brasil (inclui GO, MG, PR, RS, SP), o UHT fechou junho em R$ 2,82/litro, aumento de 17% em relação a maio/18. Os queijos muçarela e prato foram outros derivados que se valorizaram significativamente em junho, com elevações de 13,5% e 13,3%, respectivamente.

Para julho, a valorização dos derivados deve ser menos acentuada. O leite longa vida fechou a primeira quinzena com média de R$ 3,33/litro, 6,2% maior em relação a junho, e o queijo muçarela, a R$ 22,18/kg, alta de 3% na mesma comparação. No entanto, no acumulado do mês (até o dia 13), as cotações oscilaram, fechando com variação negativa de 1,3%.