Investimento em gestão e em sistema de bovinocultura de leite muda perfil da propriedade

06-05-2021 10:35:23

Investimento em gestão e em sistema de bovinocultura de leite muda perfil da propriedade
A propriedade da família Mello, de Entre Rios Do Sul, assistida pela Emater/RS-Ascar, ganhou um novo perfil e se tornou modelo de propriedade em gestão. A mudança é resultado de um conjunto de ações que envolve assistência técnica, aliada ao planejamento e investimentos, além de acesso ao crédito agrícola, disponibilizado pelo Poder Público através dos programas visando o desenvolvimento.

O produtor Sergio Mello, patriarca da família, juntamente com sua esposa Cleci, ao longo de toda a sua vida de agricultor, buscou auxílio junto à Emater/RS-Ascar. "Em cada pedacinho da propriedade tem a participação da Emater", conta. A assistência técnica, com orientações e projetos, proporcionou novas instalações nas áreas de bovinocultura leiteira e irrigação.

O rebanho leiteiro passou de dez para 60 animais, com aumento da produção de 15 a 28 litros/vaca/dia. As mudanças em novas instalações e no sistema de produção, que migrou do Pastoril para o Confinado em Compost Barn, facilitaram os trabalhos de manejo e melhoraram a sanidade do rebanho, proporcionando sanidade animal e mais rentabilidade à propriedade.


A implantação de sistema de irrigação em sete hectares, uma das políticas públicas, viabilizada pelo Programa Estadual "Mais Água Mais Renda", executado pela Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), deu a segurança de produzir alimento aos animais, tanto em quantidade quanto qualidade. Também foram feitos investimentos em aquisição de máquinas e equipamentos, construção de armazéns e silos secadores.

Agroindústria - Acreditando no sucesso dos investimentos na atividade de bovinocultura de leite e, principalmente, na sucessão familiar, a família está implantando uma agroindústria de produtos lácteos (produção e comercialização de leite, queijos e iogurtes).

Outros investimentos - A família também investiu no sistema de energia fotovoltaica e construção de poço artesiano com recursos próprios.

Organização e embelezamento - A família Mello trabalhou também o embelezamento, saneamento básico, segurança e soberania alimentar, educação e promoção da saúde, e organização da propriedade. Estas ações também são consideradas importantes para a criação de um ambiente agradável e harmonioso na propriedade, avalia a equipe do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar de Entre Rios do Sul.

Para os extensionistas da Emater/RS-Ascar do município, a mudança da propriedade é visível e notória, tendo como base a visão do produtor Sérgio e da esposa Cleci em oportunizar aos filhos o retorno à propriedade. A equipe destaca ainda o comprometimento dos filhos Ederson, Michelle e mais recentemente Cristiano. Eles desenvolvem um trabalho diário incansável para modernizar a propriedade, aproveitar recursos naturais e aumentar produtividade e qualidade da produção de leite que é a principal atividade da granja.


Na avaliação da equipe do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar de Entre Rios do Sul, é gratificante ver na prática o crescimento econômico e tecnológico, a sucessão familiar e a satisfação de todos os membros da família Mello pelas conquistas alcançadas. Isso valoriza o esforço de todos os extensionistas que vêm trabalhando com a família ao longo dos anos.

O engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, doutor em Agroecossitemas, Vilmar Fruscalso, responsável pela área de bovinocultura de leite na região de abrangência do Escritório Regional de Erechim, observa que o crescimento produtivo e a viabilidade econômica da propriedade da família Mello seriam compartilhados em uma Tarde de Campo Regional, mas em virtude da pandemia, o evento foi transferido para uma outra oportunidade. "Essa é uma propriedade bem diversificada", avalia.

As informações são da Emater/RS. Foto: Alcides Okubo Filho/Embrapa.