Home » Cadeia do Leite » Evento em BH destacará produtos mineiros e incentivará a produção de itens com valor agregado

Evento em BH destacará produtos mineiros e incentivará a produção de itens com valor agregado

23/11/2017 09:37:10 - Por: Diário do Comércio.

O objetivo é incentivar a produção de itens de maior valor agregado, como queijos, vinhos, azeites e café.

Responsive image
Para incentivar a melhoria da qualidade dos produtos e divulgar a produção mineira, será realizado nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro o ciclo de debates "Produtos Especiais dos Campos de Minas: as Tecnologias e os Mineiros em Destaque". O objetivo é incentivar a produção de itens de maior valor agregado, como queijos, vinhos, azeites e café.

No período, pesquisadores e produtores rurais vão contar as experiências e os desafios enfrentados para obter uma produção de alta qualidade, conquistar mercados e prêmios. O evento será realizado na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e as inscrições podem ser feitas até 29 de novembro. A programação conta com palestras que abordarão os seguintes temas: 

-Cenário da Agropecuária em Minas Gerais; 
-Produtos Especiais de Minas no Comércio Internacional;
-Produção Agropecuária e Responsabilidade Ambiental.


Também haverá painéis compostos por produtores que estão em destaque, pesquisadores ou agentes do Estado que façam a conexão com as políticas públicas desenvolvidas para os produtos e um especialista que irá abordar o mercado.

Cases de sucesso 

Dentre os cases de sucesso serão destaques os queijos do Gir e Kankrej, da região do Serro (queijos que foram premiados na França) e o vinho Maria Maria, de Três Pontas, no Sul de Minas, que conquistou medalha de bronze no Decanter World Wine Awards 2017, um dos principais concursos mundiais da bebida, realizado em Londres.

Os avanços científicos e a oportunidade de criar novos produtos com itens tradicionais, como o café, também serão temas. Neste caso, será apresentada a linha de cosméticos da empreendedora Vanessa Vilela, que foi desenvolvida com o café certificado. Outros painéis abordarão a produção mineira de azeite e de mel e derivados.

Estímulo 

De acordo com o deputado estadual e presidente da Comissão de Agropecuária e Agroindústria da ALMG, Antônio Carlos Arantes, o objetivo do projeto é mostrar para os produtores rurais os casos de sucesso e as pesquisas realizadas para o desenvolvimento de produtos e, com isso, estimular as atividades em Minas Gerais.

“Há 10 anos, o Brasil era conhecido mundialmente pelo volume de café produzido e não pela qualidade. Com os esforços dos produtores, cooperativas, associações e empresa públicas, hoje o café brasileiro é respeitado no mundo inteiro e tem a qualidade reconhecida. Hoje, são muitos produtores investindo no café de qualidade e na torrefação do grão. No evento vamos mostrar os produtores que fizeram sucesso e os pesquisadores. Nosso objetivo é mostrar para o produtor rural que é possível investir, melhorar a qualidade e atender a nichos especiais do mercado. Isso vale não só para o café, mas para os queijos, vinhos e azeites, por exemplo”, explicou Arantes.

Ainda segundo Arantes, divulgar os casos de sucesso é importante para estimular o investimento por parte dos produtores e também para mostrar aos mercados nacional e internacional, os produtos de alta qualidade produzidos em Minas Gerais.

Pesquisa 

A importância da pesquisa também será abordada. Arantes reforça que através dos estudos, muitos deles desenvolvidos pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), o Estado vem se destacando em novos setores, como na produção de vinhos e azeites.

“Com as pesquisas, foi possível modificar a época de safra das uvas e, com isso, produzir vinhos de alta qualidade que hoje são reconhecidos no mercado nacional e já conquistam prêmios internacionais. As pesquisas também permitiram que o Estado produzisse azeites de ótima qualidade, não só de oliva, mas também de abacate. As pesquisas são fundamentais para o desenvolvimento dos produtores estaduais”.

Feira 

Os produtos que serão temas dos ciclos de debates serão expostos e comercializados nas dependências da ALMG durante o evento e farão parte da feira do Projeto Aproxima, no dia 2 de dezembro, na praça Carlos Chagas.

Para fazer a inscrição, clique aqui