Home » Cadeia do Leite » Produtores de leite de Barra Mansa/RJ investem em novo método de produção

Produtores de leite de Barra Mansa/RJ investem em novo método de produção

15/12/2017 08:32:47 - Por: A Voz da Cidade

Método oferece melhor qualidade de vida aos animais, além de benefícios ao meio ambiente.

Responsive image
Os produtores de leite decidiram investir em um novo método que tem se mostrado eficaz no aumento da produção de leite e bem-estar animal. O ‘Compost Barn’, adotado até agora por duas fazendas na cidade, visa reduzir custos de manutenção, melhorar índices produtivos e sanitários dos rebanhos e possibilitar o uso correto de dejetos orgânicos provenientes da atividade leiteira. A iniciativa é apoiada pelo Sindicato Rural do município.

O método consiste em um grande espaço físico coberto para descanso das vacas. O piso do galpão é coberto com maravalha (serragem de madeira). O principal objetivo é garantir aos animais conforto e um local seco para ficarem durante o ano. O aumento da produção é consequência da melhora na qualidade de vida do rebanho.

De acordo com o presidente da entidade, Adilson Delgado Rezende, apesar do sistema ter um alto custo de instalação, ele garante um excelente retorno para o produtor de leite. “O Sindicato Rural de Barra Mansa elaborou projeto de crédito para os produtores apresentarem aos bancos visando financiar os custos, tornando o investimento possível e contribuindo para o crescimento da produção”, contou

Já o médico veterinário Bruno Meirelles, responsável pelos animais da Fazenda Cafarnaum, no bairro Santa Clara, os resultados já são perceptíveis. “Em 45 dias de implantação do sistema, a nossa produção já subiu de 17 litros diários por vaca para 21 litros. Neste ritmo, nós acreditamos que, em seis meses, estaremos produzindo cerca de 30 litros diários por animal, o que significa um aumento de mais de 70% na produção diária por vaca”, comemorou.

Isso porque o sistema concilia a produção de leite e o fator ambiental, já que ele se baseia na ação de microrganismos que utilizam a matéria orgânica como substrato. O material da cama dos animais é trocado de tempos em tempos e, nessa mudança, o produtor pode usar o dejeto como adubo.

Mas, de acordo com o médico veterinário Francisco Carlos Guedes, instrutor do Sindicato Rural de Barra Mansa, as vantagens não param por aí. “Além da parte ambiental e produtividade, o ‘Compost Barn’ possibilita maior conforto e higiene para o rebanho, contribui para a redução de problemas nas pernas e cascos, diminui a contagem de células somáticas (CCS), aumenta a detecção de cio e colabora para a diminuição do odor e incidência de moscas”, esclareceu.

Outro grande incentivo para o uso do sistema é a manutenção. “Quanto mais produção, mais renda. O valor da instalação foi financiado pelo crédito rural que possibilitamos junto ao agente financeiro, podendo ser diluído no período de oito anos. Além disso, o custo da manutenção do sistema não é considerado alto. Tenho certeza que a junção de todos esses fatores contribui para o desenvolvimento do setor leiteiro em nossa cidade”, concluiu Adilson.