Home » Cadeia do Leite » FETAG/RS lança campanha de valorização do leite

FETAG/RS lança campanha de valorização do leite

23/02/2018 10:31:48 - Por: FETAG

A campanha é para mostrar que os agricultores buscam sempre uma maior qualificação para a produção amparados na nova legislação vigente no RS.

Responsive image
Leite Gaúcho de Qualidade, Beba com Tranquilidade. Esse é o tema da campanha que a FETAG e os seus 316 Sindicatos dos Trabalhadores Rurais estão lançando em todo o Estado para atender uma demanda da Comissão Estadual do Leite e dos 23 coordenadores da Regionais Sindicais, que sentiram a necessidade de fazer uma ampla campanha de divulgação do leite – produto do agricultor – e tranquilizar o consumidor quando o adquire no comércio. O lançamento ocorreu dia 21 durante reunião da diretoria efetiva, Conselho Fiscal, coordenadores e assessores regionais da Federação. 

O presidente da FETAG, Carlos Joel da Silva, lembra que diante de todas as manchetes negativas do leite ao longo do ano passado, a Federação e o conjunto do movimento sindical entendeu a necessidade de promover uma campanha de valorização. “Todos os problemas que houve com o leite nunca estiveram relacionados de forma direta ao produtor. A fiscalização existente garante que o produto gaúcho é fiscalizado, inclusive mais do que em outros estados, fato que por si só comprova sua qualidade”, justifica. 

A campanha, explica o dirigente, é para mostrar que os agricultores buscam sempre uma maior qualificação para a produção amparados na nova legislação vigente no RS. “As famílias estão preocupadas com qualidade, investem e querem permanecer na atividade. Então, queremos que o consumidor tenha a segurança de comprar um produto fiscalizado e dentro de todos os parâmetros de qualidade”, destaca.

Ao mesmo tempo, Pedrinho Signori, secretário-geral da FETAG e recém-empossado presidente do Conselho Estadual do Leite (Conseleite), comemora o aumento no preço de referência do leite divulgado ontem, o qual ficou em R$ 0,9493, o que representa 1,98% acima do consolidado em janeiro. Pedrinho acredita que a campanha vai aumentar a demanda por consumo e fazer com que os produtores se mantenham em suas atividades.