Home » Cadeia do Leite » Vivaleite atinge marca de 2 bilhões de litros de leite distribuídos

Vivaleite atinge marca de 2 bilhões de litros de leite distribuídos

26/02/2018 09:53:46 - Por: Governo do Estado de São Paulo

Programa oferece para crianças e idosos em SP leite enriquecido com ferro e vitaminas A e D, que ajuda no combate a anemia ferropriva.

Responsive image
O Programa Vivaleite chegou à marca de 2 bilhões de litros de leite distribuídos no Estado de São Paulo. A comemoração foi feita no Palácio dos Bandeirantes e contou com a participação do governador Geraldo Alckmin e do secretário de Desenvolvimento Social Floriano Pesaro.

“O Estado compra mais de 5% de toda a produção leiteira de São Paulo, e distribui para os programas. Em alguns casos as prefeituras e entidades fazem esse trabalho maravilhoso que é de fazer chegar o leite na mão de quem mais precisa”, disse Alckmin.

O Vivaleite é o maior programa de distribuição gratuita de leite pasteurizado do Brasil. Criado em 1999, atendeu, em média, 630 mil famílias por ano. Participam crianças de 6 meses a 5 anos e 11 meses. E, na capital e Grande São Paulo, o programa atende idosos acima de 60 anos. A prioridade é atender famílias com renda mensal de até 1/4 de salário mínimo per capita.

O aposentado José Paulo dos Santos, 68 anos, recebe leite na comunidade de Jaguaribe, onde mora. “Eles distribuem o leite bem perto de casa, e isso é bom porque não temos que andar muito para conseguir o benefício”, declarou o aposentado.

Por mês, cada beneficiário recebe 15 litros de leite, que passa por enriquecimento de ferro e vitaminas A e D. O Vivaleite também ajuda no combate a anemia ferropriva.

Sobre o Programa Vivaleite

O programa está presente em 606 municípios do interior e em 39 na capital e Grande São Paulo. Participam 1.500 entidades, que realizam a distribuição para capital e região metropolitana. No interior, são 2.047 postos de distribuição, organizado em parceria com as prefeituras. As entidades contam com voluntários para realizar a entrega.

Em nome das demais voluntárias, Maria da Glória Julião foi homenageada na cerimônia. “Eu comecei o voluntariado com 13 anos de idade. O povo é minha vida. Às vezes eu durmo 2 horas por dia, porque as pessoas vão lá em casa pedir todo o tipo de coisa. E eu me dedico e faço o que posso por eles”, declarou Maria da Glória.

Para o secretário Floriano Pesaro, garantir a segurança alimentar da população é um dos focos prioritários do governo de São Paulo. “A presença do Vivaleite em regiões de vulnerabilidade social fortalece a atuação do Estado e incentiva o desenvolvimento de outras ações públicas e assistenciais na região, por meio das entidades parceiras ou Prefeituras conveniadas”, completou.