Home » Cadeia do Leite » A Neogen disponibilizará aos clientes do Igenity Prime seis novas características relacionadas à saúde

A Neogen disponibilizará aos clientes do Igenity Prime seis novas características relacionadas à saúde

17/04/2018 08:34:26 - Por: Portal DBO

Produto inclui características de avaliação, como cor da pelagem, componentes do leite e condições genéticas.

Responsive image
A partir deste mês, a Neogen disponibilizará aos clientes do Igenity-Prime seis novas características relacionadas à saúde, sem custo extra, com resultados comprovados para Hipocalcemia, Deslocamento de Abomaso, Cetose, Mastite, Metrite e Retenção de Placenta para os animais da raça holandesa. Outra novidade a partir de agora será o resultado para Composição Racial (BBR), que será reportado com o grau de pureza racial para a raça testada, uma excelente ferramenta para controlar os cruzamentos, e que incluirá, também, os animais da raça Jersey.

Produto premium do Programa Igenity® Leite, o Igenity-Prime é um perfil genômico comprovado, que inclui características de avaliação, como cor da pelagem, componentes do leite e condições genéticas, e garante aos produtores de gado de leite um ótimo retorno de investimento. A avaliação é oficial do Council on Dairy Cattle Breeding (CDCB na sigla em inglês) e o programa passa a ter resultados com alta precisão para diversas ocorrências de sanidade, como:

• Hipocalcemia: também chamada de febre do leite, normalmente aparece após o parto devido aos baixos níveis de cálcio no sangue;
• Deslocamento de Abomaso: aumento do volume do abomaso com fluido e / ou gás que causa movimento para o lado esquerdo ou direito da cavidade abdominal, geralmente requerendo intervenção veterinária cirúrgica;
• Cetose: acúmulo de corpos cetônicos que ocorrem tipicamente devido ao balanço energético negativo no início da lactação;
• Mastite: doença infecciosa que causa inflamação da glândula mamária e é, sem dúvida, uma das maiores causadoras de prejuízos em fazendas leiteiras;
• Metrite: infecção do endométrio (revestimento do útero) após o parto;
• Retenção de Placenta: retenção de membranas fetais mais de 24 horas após o parto.

“As características de saúde do CDCB serão definidas, como a resistência às doenças. Por exemplo, as avaliações de resistência à mastite serão apresentadas como pontos percentuais de resistência acima ou abaixo da média da raça. As avaliações de vacas nascidas no ano-base serão em média zero, semelhantes às características de produção. Valores favoráveis para resistência ao evento de saúde receberão valores positivos”, informa Rafael Ribeiro, Gerente Técnico Comercial de Gado de Leite da Neogen. E cita, como exemplo, a mastite.

“Suponha que a resistência à mastite clínica média seja de 90%, o que representa uma taxa de incidência de 10%. Se o Touro X tiver um PTA de +3,0 para resistência à mastite, as filhas do Touro X seriam, em média, mais resistentes à mastite em três pontos percentuais a mais que a média da população. A taxa de resistência entre as filhas do Touro X deve ter uma média de 93% (90 + 3), dado um número significativo de registros de filhas. Isso também pode ser interpretado como uma taxa de incidência igual a 7%”, ressalta.Os resultados dos animais já avaliados e dos futuramente testados serão incorporados ao Igenity Dashboard para que as bases de comparação possam ser utilizadas de forma ampla.