Danone se posiciona contra a proibição da palavra LEITE em produtos de origem vegetal

30-07-2018 10:21:43 - Por: Portal edairynews

Produtos lácteos e vegetais são claramente rotulados por fator de nutrição, para que as pessoas saibam quais são os nutrientes e as substância.

Responsive image
“Produtos lácteos e vegetais são claramente rotulados por fator de nutrição, para que as pessoas saibam quais são os nutrientes e as substância oferecidas”, diz o diretor senior de comunicações externas da Danone North America. A recente queda na demanda por leite tem tirado cada vez mais pecuaristas do mercado. Fazendeiros têm se pronunciado sobre a inutilidade da indústria leiteira frente à diminuição da procura pelo produto, e muitas outras têm se atualizado e atendido a vontade do povo, produzindo leites de origem vegetal.

O problema é que, nas últimas semanas, uma discussão fervorosa tomou conta de muitas empresas alimentícias ligadas ao setor de laticínios. O comissário da Food and Drug Administration (FDA), Scott Gottlieb, apoiou a proposta de restringir itens rotulados como “leite” àqueles que são produzidos pelas secreções lácteas de mamíferos, afirmando que “uma amêndoa não amamenta” durante uma discussão ao vivo.

A multinacional Danone, conhecida por vender exatamente estes produtos lácteos de origem animal, adotou uma postura favorecendo o termo “leite”, se posicionando contrário aos pecuaristas no debate em andamento sobre procedimentos de rotulagem nos Estados Unidos.

“Nos Estados Unidos, ‘leite de soja’, ‘leite de amêndoa’ e ‘leite de coco’ são os nomes comuns e mais utilizados para produtos de origem vegetal sob a atual regulamentação da FDA, e nos comunicamos em nossos produtos com referências claras” Michael Neuwirth, diretor senior de comunicações externas da Danone North America, afirmou à agência de notícias Westword.

De acordo com Neuwirth, os “produtos lácteos e vegetais são claramente rotulados por fator de nutrição, para que as pessoas saibam quais são os nutrientes e as substância oferecidas e dessa maneira possam escolher as que melhor atendem às suas necessidades e preferências alimentares. Não acreditamos que sejam necessários mais padrões de rotulagem”.

Em 2016, a Danone adquiriu a WhiteWave Foods – empresa controladora das marcas Silk, So Delicious, Vega e Alpro – por R$ 45 bilhões, e anunciou planos no mês passado de adicionar opções de iogurte de origem vegetal para as suas linhas Activia e Actimel.

Números divulgados na semana passada pela Cargill – empresa que produz ração animal para a indústria de carnes e laticínios – revelaram que o consumo de leite animal está em constante declínio há mais de uma década, caindo 22% entre 2006 e 2016, enquanto vendas de consumo de leite à base de plantas triplicaram de 2000 a 2016. A FDA realizará uma audiência em 26 de julho para reunir comentários públicos sobre o assunto.