Empresas veem oportunidades no compromisso de redução de açúcar e sódio no Brasil

05-12-2018 10:17:18 - Por: Dairy Reporter, traduzidas pela Equipe MilkPoint

Criam oportunidades para aromas e sabores naturais, disse a companhia Kerry, que tem como foco o fornecimento de ingredientes.

Responsive image
Os recentes anúncios do Ministério da Saúde do Brasil para reduzir significativamente os níveis de sal e açúcar dos alimentos industrializados criam oportunidades para aromas e sabores naturais, disse a companhia Kerry, que tem como foco o fornecimento de ingredientes.

O Ministério da Saúde do Brasil anunciou na segunda-feira passada um acordo com 68 empresas para reduzir os níveis de açúcar em 1.147 produtos. Os níveis de açúcar seriam reduzidos em 144.000 toneladas até 2022. Isto segue um acordo anterior que levou a uma redução no teor de sódio em alimentos industrializados em 17.000 toneladas ao longo de quatro anos.

Esses compromissos criam oportunidades para empresas de ingredientes ajudarem na reformulação, e a Kerry diz que sua linha TasteSense é composta de aromas naturais que ajudam a reduzir o açúcar e o sal em até 40%. “Os moduladores desenvolvidos pela Kerry não comprometem o sabor e podem ser aplicados em bebidas, molhos, sopas, caldos, salgadinhos, laticínios, assados, refeições prontas e food service”, afirma Alexandre Matos, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Kerry na América Latina.

A empresa irlandesa está no Brasil há 20 anos e atualmente opera seis fábricas e um centro de inovação no país. “Nosso centro permite o desenvolvimento de processos altamente tecnológicos e inovadores em relação ao sabor. Com o TasteSense, por exemplo, conseguimos restaurar nossa experiência sensorial e atender às expectativas que os consumidores estão procurando em alimentos e bebidas hoje”, acrescentou Matos.

Opções mais saudáveis

Mesmo antes do acordo do Ministério da Saúde, os brasileiros teriam tentado evitar açúcar, sal e sódio. Segundo a pesquisa da Globaldata, 62% dos brasileiros pesquisados estavam tentando evitar o uso de açúcar, 50% de adoçantes artificiais e 59% de sal e sódio. Além disso, 60% dos brasileiros estão supostamente muito preocupados com as doenças relacionadas ao alto consumo de açúcar, o que é mais do que o valor global de 40%.

“As pessoas querem refeições mais saudáveis e fogem dos ingredientes que consideram vilões, mas sem abrir mão da experiência de sabor a que estão acostumadas. Ao identificar essa tendência, a Kerry oferece tecnologia para desenvolver alimentos e bebidas com menos sódio e açúcar na composição, mas proporcionando um excelente perfil de sabor. A tendência é que o número de clientes que buscam esse tipo de solução só cresça”, afirmou Sergio Tango, presidente do negócio Kerry Taste na América Latina.

Gráfico 1 - 10 principais ingredientes que os consumidores da América do Sul percebem que têm um impacto negativo na saúde (Fonte: GlobalData, Global Consumer Survey).

Olhando ao redor da região e os dados dos países vizinhos nota-se que as preocupações com a saúde são semelhantes: 63% dos consumidores no Brasil, Argentina e Chile entendem sal/sódio como a principal causa de impactos negativos à saúde.