Leilão GDT: Cotação do leite em pó desnatado segue em alta

16-01-2019 10:26:39 - Por: Guialat, com informações do Global Dairy Trade e Milkpoint

O resultado do leilão GDT desta terça-feira (15/01) apresentou alta de 4,2% no índice de preços e preço médio dos lácteos fechando em US$ 3.057/tonelada.

Responsive image
O resultado do leilão GDT desta terça-feira (15/01) apresentou alta de 4,2% no índice de preços e preço médio dos lácteos fechando em US$ 3.057/tonelada. O volume negociado foi de 27.909 toneladas.

A quarta alta consecutiva do leilão GDT foi a maior valorização desde o leilão de 06/fev do ano passado. Com exceção da caseína, todos os derivados lácteos negociados no leilão apresentaram valorização em seus preços. O grande destaque é, novamente, o leite em pó desnatado, puxando a alta do leilão com sua valorização de 10,3%.

Uma das influências desse aumento nos preços verificados pelo leilão está na queda contínua do volume ofertado e também negociado, com outros derivados lácteos do leilão também apresentando um aumento em seus preços, como o queijo e a manteiga. Outro fator preponderante e que explica o aumento de preços do desnatado, é o fato de que, na licitação comunitária mais recente, a União Europeia realizou a venda de mais de 80 mil toneladas de leite em pó desnatado de estoques públicos. Com um recente aumento de preços no leite em pó desnatado, as vendas foram incentivadas, e, dessa forma, em uma armazenagem que chegou a 380 mil toneladas anteriormente, agora há apenas 22 mil toneladas estocadas.

O leite em pó integral apresentou alta de 3,0%, sendo comercializado a US$ 2.777/tonelada. O leite em pó desnatado apresentou expressiva alta de 10,3%, sendo comercializado a US$ 2,405/tonelada.

A manteiga apresentou alta de 4,6%, sendo comercializada a US$ 4.262/tonelada. Já o queijo cheddar teve alta de 4,2%, fechando a um preço médio de US$ 3.504/tonelada.

Os contratos para entrega futura de Leite em pó integral apresentaram variações positivas. Os contratos de Leite em pó integral indicam preços futuros oscilando entre US$ 2.700/ton e US$ 2.800/ton.

Os preços negociados nesse leilão são referência para o mercado internacional de lácteos. O pregão de terça-feira, 15 de Janeiro, teve 191 participantes e vendeu 27.909 toneladas de produtos lácteos. No leilão anterior, no dia 02 de Janeiro, houve 167 participantes e 28.651 toneladas de lácteos foram vendidas.