Documento de Boas Práticas Agropecuárias é um dos mais acessados na Repileite

11-02-2019 08:34:49 - Por: Embrapa

A publicação apresenta boas práticas que servem para que o leite e os seus derivados sejam seguros e tenham a qualidade esperada pelo consumidor.

Responsive image
Os pesquisadores da equipe do leite da Embrapa Clima Temperado (Pelotas,RS) receberam a informação de que a publicação da série Embrapa, Documento 439 - Boas Práticas Agropecuárias (BPAs) para Produção de Leite: da pesquisa ao produtor, foi um dos mais acessados no ano de 2018 dentro do espaço da Rede de Pesquisa e Inovação em Leite (Repileite), o qual possui cerca de 40 títulos para acesso de interessados na temática que envolve a pecuária leiteira.

Segundo a pesquisadora Maira Zanela o alcance dessa conquista demonstra claramente que a Unidade de pesquisas está alinhada às demandas do setor lácteo, não só da Região Sul, mas de todo Brasil. A Rede possui mais de 7 mil  membros cadastrados, distribuídos por todos os estados brasileiros e alguns até em outros países. Com uma média de 8 mil acessos mensais, vindos de cerca de 700 cidades, a Repileite tem aproximado diversos representantes da cadeia produtiva do leite e foi criada como um espaço para compartilhar conteúdos técnicos relevantes para o setor. A publicação, no ano passado atingiu cerca de 543 downloads nessa plataforma, possuindo também uma versão impressa e acesso em outras plataformas, como o repositório da Embrapa Infoteca, aonde o interessado pode ter acesso ao conteúdo e fazer o download do documento http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1076451

O documento da Unidade

O documento foi veiculado durante o dia de campo institucional do leite da UD, no ano de 2017, de autoria da equipe do leite, com edição técnica da pesquisadora Maira Zanela e do analista Rogerio Morcellis Dereti, e trata de apresentar procedimentos adequados em todas as etapas da produção de leite nas propriedades rurais. Essas práticas servem para que o leite e os seus derivados sejam seguros e tenham a qualidade esperada, e também para que a propriedade permaneça viável econômica, social e ambientalmente. Além disso, é recomendada a adoção da ferramenta Protambo de diagnóstico de BPA na produção leiteira, que permite que produtores e técnicos tomem decisões baseadas nas práticas adotadas nas propriedades leiteiras com vistas a atingir os melhores níveis de qualidade e eficiência na produção de leite.