Uruguai registra menor captação de leite para janeiro desde 2011

14-03-2019 10:05:40 - Por: Blasina y Asociados, traduzidas e adaptadas pela Equipe MilkPoint

Os produtores de leite, diante da falta de dinheiro e sobras de pasto, não estão alimentando bem as vacas e isso se reflete na produção.

Responsive image
A captação de leite pelas plantas industriais do Uruguai caiu pelo terceiro mês consecutivo em janeiro. Com queda de 6% em relação ao ano anterior, totalizou 146,7 milhões de litros, ante 156,3 milhões em janeiro de 2018.

A menor emissão foi registrada para o mês de janeiro desde 2011. "Os produtores de leite, diante da falta de dinheiro e sobras de pasto, não estão alimentando bem as vacas e isso se reflete na produção", explicou Justino Zavala, diretor da Associação de Produtores de Leite de Canelones. Espera-se que a produção melhore no outono graças à nova estação de parição e ao recrescimento da pastagem.

À menor captação, soma-se um preço ao produtor que permanece abaixo de 30 centavos de dólar, com um valor em janeiro que foi 13% menor que o mesmo mês do ano anterior. A média foi de US$ 0,28 por litro contra US$ 0,33 em janeiro de 2018. Medido em pesos, a queda foi de apenas 1%, com um valor médio de 9,41 pesos contra 9,46 pesos em janeiro de 2018.