Covid-19 já impacta custo de produção do leite

13-04-2020 10:27:10 Por: CILeite Embrapa. Humberto Nicoline/Embrapa

Covid-19 já impacta custo de produção do leite
Em março, produzir leite ficou mais caro 0,23% em relação a fevereiro. O grupo Qualidade do Leite apresentou a maior elevação de preços de insumos, de 1,69% num só mês. Formado por insumos de higiene e limpeza, este grupo foi impactado pelos primeiros dias de mobilização ao enfrentamento Covid-19. Também o mercado de commodities afetou o custo de produção. Os preços de milho e soja continuaram a crescer em março, impactando o grupo Concentrado em 0,50%. A valorização do dólar fez com que o grupo Sanidade tivesse uma elevação de preços de 0,33%. Também o grupo Sal mineral registrou crescimento de preços de 0,18%.

A forte queda do preço do petróleo impactou os preços dos adubos e combustíveis fazendo com que os grupos Energia e combustível e Produção e compra de volumosos registrassem variações negativas: -0,37% e -0,08% respectivamente. Os dados por grupos de custos encontram-se na Tabela 1.

Tabela 1. Variação de custos de produção de leite, geral e por grupo. Março de 2020.

Fonte: Embrapa Gado de Leite.

No primeiro trimestre de 2020, o ICPLeite/Embrapa acumulou 2,64% de inflação, mantendo uma trajetória que registrou dois trimestres seguidos de alta contínua. Neste primeiro trimestre, os três grupos de maior impacto foram os que apresentaram maior variação. No grupo Mão de obra a variação foi a maior, 4,69%, seguidas por Concentrado, 4,41% e por Produção e compra de volumosos, que aumentou 0,98%. A alta verificada nos preços dos detergentes e sanitizantes, tornaram o acumulado do grupo Qualidade do leite positivo, registrando aumento de 0,27% em relação a dezembro de 2019.

O grupo Reprodução apresentou, ao lado de Energia e combustível, as únicas deflações do indicador para o trimestre, -4,21% e -2.65%. Os dados encontram-se na Tabela 2.

Tabela 2. ICPLeite/Embrapa. Acumulado no ano 2020.

Fonte: Embrapa Gado de Leite.

O ICIPLeite/Embrapa acumula alta de 5,05% em doze meses. O grupo Energia e combustível alta de 12,72% neste período, seguido do grupo Concentrado, com alta acumulada de 8,22%. Os grupos Qualidade do Leite, Mão de Obra e Sal Mineral, registraram variações em torno da inflação anual de custos de produção, com elevações de preços respectivamente de 5,60%, 4,69% e 4,00%. O grupo Sanidade registrou variação muito restrita, de 0,46% para um período de 12 meses. Já Reprodução e Produção e compra de volumosos foram os grupos apresentaram deflação, com variações de -299% e -1,16%, respectivamente. Os dados encontram-se na Tabela 3.

Tabela 3. ICPLeite/Embrapa. Acumulado nos últimos 12 meses.

Fonte: Embrapa Gado de Leite.