Uma fazenda leiteira média argentina produz 2.865 litros de leite diariamente Uma fazenda leiteira média argentina produz 2.865 litros de leite diariamente

29-06-2020 10:25:42 - Por: TodoAgro.com.ar, traduzida pela Equipe MilkPoint

O processo de concentração da produção em grandes fazendas é contínuo e se acelerou nos últimos anos, com taxas entre 2 e 4% ao ano.

Uma fazenda leiteira média argentina produz 2.865 litros de leite diariamente
Um relatório elaborado pelo Observatório da Cadeia Láctea da Argentina (OCLA) detalha o panorama das camadas das fazendas leiteiras na Argentina a partir de maio de 2020, com base nos dados fornecidos pelo SIGLeA. Pode-se observar que os aproximadamente 340 fazendas de + 10.000 litros no estrato, que produziram uma média de 18.210 litros por dia durante o mês de maio, fornecem 18,5% mais leite do que as 5.430 fazendas que produziram entre 1 e 2.000 litros por dia (com 1.140 litros de leite).

Outro fato interessante é que as propriedades com mais de 10.000 litros de leite por dia representaram 2,7% do total de fazendas leiteiras e 19,1% da produção em maio do ano passado, com uma produção média diária de 16.951 litros de leite.

O processo de concentração da produção em grandes fazendas é contínuo e se acelerou nos últimos anos, com taxas entre 2 e 4% ao ano. Informações publicadas na OCLA, com base na Situação Mundial dos Laticínios da Federação Internacional de Laticínios 2019 (FIL/IDF), mostram uma taxa para os principais países leiteiros do mundo, levemente acima de 4% de redução anual na pecuária leiteira.


Com base na produção mensal e na quantidade anual de fazendas leiteiras (SENASA em 31/03/19), pode-se inferir o tamanho da fazenda média em maio de 2020, que produz de 2.865 litros de leite diariamente, 16,4% a mais que o no ano anterior (note-se que a produção em maio de 2020 foi 10,9% superior a maio de 2019).

Se avaliarmos seu comportamento ao longo do tempo, apesar da diminuição no número de unidades produtivas e no número de vacas, a fazenda média acumula uma taxa de crescimento anual de 2,78% no período 2009-2020, o que, apesar da redução nas unidades de produção e no rebanho, permite a manutenção dos níveis agregados de produção no nível nacional.

A série de número de fazendas leiteiras (SENASA) utilizada para os cálculos de produção por fazenda é a única disponível e, apesar de haver algumas deficiências na pesquisa de informações, o critério é mantido ao longo do tempo e permite avaliar a tendência.