Fazenda gaúcha pioneira na fabricação de leite tipo A cresce 50% no primeiro semestre

21-07-2020 11:38:39 Por: Zero Hora, Gisele Loeblein

Fazenda gaúcha pioneira na fabricação de leite tipo A cresce 50% no primeiro semestre
Pioneira na produção de leite tipo A no Rio Grande do Sul, a Fazenda Trevisan, de Farroupilha, viu a demanda pelo produto dar um salto significativo no primeiro semestre de 2020. As vendas cresceram 50% em relação a igual período do ano passado. Esse tipo de bebida láctea tem como principal característica a fabricação inteiramente dentro da propriedade rural, da ordenha ao envase, em um espaço de tempo que não costuma passar de 24 horas.

O resultado se deve principalmente ao aumento nos pedidos no Rio Grande do Sul e ao início das entregas de leite em Santa Catarina – explica Jean Trevisan, um dos sócios da empresa.

A fazenda tem recorrido à distribuição em grandes de redes de supermercados para ganhar espaço no mercado e pretende ingressar em outros Estados nos próximos meses. Neste sentido, já há tratativas avançadas para a entrada no Paraná e no Mato Grosso. Trevisan salienta que, apesar do aumento na demanda, o leite tipo A ainda é um produto de nicho.

A empresa da Serra tem cerca de 370 vacas em lactação, que geram mais de 350 mil litros do líquido ao mês. No entanto, aproximadamente metade disso é aproveitada na marca própria. O restante é vendido cru para a indústria. Com isso, a fazenda pretende ampliar o leque de produtos para poder aproveitar maior parte da produção. O primeiro será um iogurte natural, com lançamento previsto até setembro. 

O leite tipo A

O leite tipo A é tirado de um único rebanho e o máximo de contato humano existente no processo produtivo ocorre na ordenha, quando realizada de forma mecânica. A partir daí, o líquido cru segue diretamente para o tanque resfriador e, posteriormente, é pasteurizado. Neste processo, é aquecido a 75°C por até 20 segundos e depois gelado abaixo de 4°C. Depois, a bebida é envasada e, só então, deixa a propriedade em direção ao consumidor final. 

O consumidor geralmente se depara com três tipos de leite quando vai ao mercado: pasteurizado tipo A, pasteurizado normal (antigamente chamados de tipos B e C) e UHT, também conhecido como longa vida. Todos podem ser encontrados em versões integral, desnatada, semidesnatada e até sem lactose.