Câmara aprova que bancos aceitem produção de leite como garantia de empréstimos

21-08-2020 08:31:56 Por: Globo Rural

Câmara aprova que bancos aceitem produção de leite como garantia de empréstimos
Para minimizar os impactos da pandemia e valorizar a competitividade no setor produtivo de leite no país, a Câmara dos Deputados aprovou emenda que permite aos bancos aceitarem o leite e o rebanho de vacas como garantia de empréstimos destinados a investimento ou custeio tomados por produtores de leite. A proposta segue agora para discussão e votação no Senado.

De acordo com Zé Silva, líder do Solidariedade na Câmara e autor da emenda na Medida Provisória 958/20, a flexibilização das regras de acesso ao crédito rural permite que o produtor de leite lance mão de novos itens oferecidos em garantias aos financiamentos, assim como pode permitir que um número maior de produtores tenham acesso a recursos.

Em 2020, segundo o deputado, a cadeia leiteira enfrenta um cenário preocupante com o impacto na desvalorização do leite, cujo litro passou de R$ 1,50 em abril para R$ 1,20 em maio, e o alto custo na produção de insumos, como milho e farelo de soja.

Impactos da pandemia

Com a crise da Covid-19, o setor tem enfrentado dificuldades por conta dos altos custos na produção em consonância com a falta de políticas públicas, avlia Zé da Silva.

O deputado explicou que, com “o fechamento das feiras livres, houve grande dificuldade de escoamento da produção de leite e derivados, fato que prejudicou e deixou muitas queijarias e produtores com sérios problemas de receita.”

O parlamentar ainda reforçou que os laticínios estão trabalhando com alto estoque de derivados lácteos, “o que tem condicionado a perda de interesse por matéria-prima, nesse caso o leite cru vindo do produtor.” Por isso, ele afirmou que vários produtores estão sendo dispensados pelos laticínios, “o que tem gerado queda na produção e no volume de leite entregue à indústria".