Nestlé Chile foca na rotulagem ecológica de embalagens

21-08-2020 12:25:44 Por: DiarioLechero.cl, traduzidas pela Equipe MilkPoint

Nestlé Chile foca na rotulagem ecológica de embalagens
A Nestlé Chile aderiu recentemente ao Acordo de Produção Limpa (APL) para a rotulagem ecológica de embalagens promovido pelo Ministério do Meio Ambiente, SOFOFA, a Agência para a Sustentabilidade e Mudanças Climáticas, a Circular ADC da Associação de Consumidores, SERNAC e a Superintendência do Meio Ambiente.

Ao aderir a esse acordo voluntário pioneiro, a empresa busca ajudar o consumidor a ter mais informações sobre quais embalagens podem ser recicladas, graças ao selo que certifica que pelo menos 80% das embalagens são feitas de materiais tecnicamente recicláveis, e ao mesmo tempo, promover o aumento das taxas de reciclagem no país.

Essa rotulagem ecológica APL está totalmente alinhada ao compromisso global da empresa com o assunto, que busca que 100% de suas embalagens sejam recicláveis ou reutilizáveis até 2025. No Chile, a Nestlé já trabalha há anos no redução de embalagens e na busca por opções de materiais destinados à reciclagem. As clássicas latas de creme Nestlé são os primeiros produtos da empresa a serem certificados e já estarão no mercado.

Esta iniciativa público-privada não é a única da qual a empresa suíça participa no Chile, em sua caminhada pelo caminho da sustentabilidade. Outro passo é sua participação como membro fundadora do Pacto Chileno dos Plásticos, que visa contribuir para o avanço de uma economia circular do plástico por meio de metas específicas para reduzir o impacto desse material no meio ambiente.


“Esses desafios ambientais relevantes exigem ações coletivas como este Acordo de Produção Limpa. Fizemos avanços importantes, mas sabemos que ainda temos um caminho a percorrer para atingir nossos objetivos”, disse Andrés Eyzaguirre, Diretor de Assuntos Corporativos e Jurídicos da Nestlé Chile. “Enfrentar o desafio do plástico é uma questão urgente, por isso é uma prioridade para nós levá-lo com a maior seriedade”, concluiu.