Baixos estoques devem manter preço do leite em alta, avalia Ipea

27-08-2020 09:58:36 Por: Globo Rural

Baixos estoques devem manter preço do leite em alta, avalia Ipea
Após altos e baixos do preço do leite durante o auge da pandemia de Covid-19 no Brasil entre março e maio deste ano, a tendência de alta do preço da matéria prima deve se manter em trajetória ascendente em agosto, segundo Carta de Conjuntura Agropecuária divulgada hoje pelo Ipea. Entre o primeiro e o segundo trimestre de 2020, a média do preço pago ao produtor registrou valorização de 3,2%, de acordo com dados do indicador calculado pelo Cepea e acompanhado pelo instituto.

“A oferta reduzida no campo em junho e o aumento da competição entre indústrias devido à necessidade de se refazer estoques de derivados lácteos sustentou o movimento de valorização desses produtos, levando à alta do leite ao produtor também em julho”, explica o Ipea em nota. No caso dos queijos, o menor consumo em abril, logo após o fechamento de bares e restaurantes, levou à diminuição dos investimentos da indústria em geração de estoques.

A decisão gerou um efeito cascata, com queda do preço pago ao produtor e menor captação de leite em maio, reduzindo ainda mais os estoques brasileiros de lácteos. “Adicionalmente, agentes de mercado consultados pelo Cepea informaram que houve aumento da demanda por derivados lácteos devido aos programas de auxílio do governo federal. Nesse cenário, os preços dos lácteos foram favorecidos, implicando em aumento do preço ao produtor em junho”, explicam os pesquisadores do Ipea.