Estudo inédito no mundo sobre genoma de Girolando será publicado no Journal of Dairy Science Estudo inédito no mundo sobre genoma de Girolando será publicado no Journal of Dairy Science

27-08-2020 10:28:17 - Por: Girolando

O Girolando foi a primeira raça leiteira do Brasil a incorporar a genômica em seu programa de melhoramento, em 2016.

Estudo inédito no mundo sobre genoma de Girolando será publicado no Journal of Dairy Science
A ciência brasileira mais uma vez comprova seu pioneirismo em estudos focados na melhoria da pecuária bovina nacional. Em breve, será publicado um artigo científico sobre genoma na raça leiteira Girolando no Journal of Dairy Science, considerado o principal periódico de pesquisa geral em laticínios do mundo com leitores em mais de 70 países do mundo. 

Trata-se de um trabalho inédito no mundo utilizando genômica de ponta em uma raça sintética, como o Girolando, originado a partir de uma tese de doutorado e viabilizado pela parceria entre a Embrapa Gado de Leite, a Universidade Federal de Viçosa (UFV) e a  Wageningen University & Research na Holanda (instituição reconhecida mundialmente por suas pesquisas na área de pecuária internacional). “Esse estudo, usando marcadores moleculares, fornece uma abordagem poderosa para a identificação de regiões no genoma, onde podem estar localizados genes associados a diversas características de importância econômica”, assegura a autora da tese, a médica-veterinária e Doutora em Zootecnia, Pamela Itajara Otto, que está cursando Pós-doutorado em Zootecnia na UFV. Também assinam o artigo a professora da UFV Simone Guimarães, os professores da Wageningen University & Research Mario Calus e Jeremie Vandenplas, e os pesquisadores da Embrapa Gado de Leite, Marco Machado, João Cláudio Panetto e Marcos Vinícius Barbosa da Silva

De acordo com a pós-doutoranda, um importante ponto a ser destacado no estudo é o uso da abordagem moderna e que nunca havia sido usada em bovinos anteriormente, chamada de BOA (do inglês breed-of-origin of alleles, que pode ser traduzido como a raça de origem dos alelos). “Esta ferramenta foi recentemente desenvolvida pelos pesquisadores da Holanda para identificar a raça de origem dos alelos em aves e suínos cruzados, e, posteriormente adaptada para animais Girolando para a avaliação de características adaptativas e de produção de leite”, destaca Pamela Otto.

O artigo, que será publicado no Journal of Dairy Science em setembro, leva o título de “Single-step genome-wide association studies (GWAS) and post-GWAS analyses to identify genomic regions and candidate genes for milk yield in Brazilian Girolando cattle”. O texto aborda a variação encontrada no DNA dos animais para a produção de leite em até 305 dias na raça Girolando e, também, a identificação de  genes ligados à essa característica, tema de relevância para a pecuária leiteira, dada a grande importância do Girolando para a produção de leite no Brasil. “O artigo traz também novas perspectivas de uso de aplicação da genômica nos programas de seleção e melhoramento dos rebanhos Girolando, explica a autora.

Segundo o pesquisador Marcos Vinícius Barbosa da Silva, que coordena as avaliações genéticas e genômicas do Programa de Melhoramento Genético da Raça Girolando (PMGG), o estudo traz sete genes importantes envolvidos com a produção de leite e sólidos. E essa descoberta é de grande importância para os criadores que utilizam o PMGG. “Eles podem ser implementados na seleção genética da raça Girolando, para direcionar acasalamentos e a escolha do sêmen, contribuindo com o avanço genético da raça Girolando e trazendo melhores resultados aos produtores”, destaca Barbosa.

O Girolando foi a primeira raça leiteira do Brasil a incorporar a genômica em seu programa de melhoramento, em 2016. Desde então, já foram lançadas DEPs genômicas para as características de Produção de Leite em até 305 dias, Intervalo de Partos e Idade ao Primeiro Parto. O projeto é conduzido pela Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, Embrapa Gado de Leite, CRV Lagoa e Zoetis.

Para o presidente da Girolando, Odilon de Rezende Barbosa Filho, essa publicação inédita em um veículo internacional renomado mostra a importância econômica da raça, que é uma opção para a pecuária leiteira em várias partes do mundo. “Isso só reforça o relevante papel da raça dentro da cadeia produtiva do leite. Se levarmos em conta que 80% do leite produzido no País vem de rebanhos Girolando, o constante melhoramento genético dos animais contribuirá sobremaneira para que o Brasil atinja a meta de elevar a produção leiteira nacional, visando, inclusive, abastecer o mercado externo. Com os avanços nas pesquisas na área genômica, o melhoramento do rebanho tende ser muito mais acelerado e vigoroso”, conclui o presidente.