Produção de leite do Chile atinge maior volume dos últimos cinco anos

13-10-2020 11:39:48 Por: Fedeleche Comunicações com informações da Odepa

Produção de leite do Chile atinge maior volume dos últimos cinco anos
De acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Estudos e Políticas Agrárias (Odepa) entre janeiro e agosto de 2020, a captação de leite no Chile cresceu 6,3% em relação ao mesmo período do ano passado, atingindo um total de 1,33 bilhão de litros, o maior volume dos últimos cinco anos. Isso representa um avanço ano a ano de 79,4 milhões de litros e vincula sete meses consecutivos com dados positivos. Além disso, no período referido, observam-se aumentos em todas as recepções de leite por região em relação a 2019, o que significa que mais leite foi processado nas fábricas, mas não necessariamente se observa aumento da produção primária em todas as regiões.

Nesse período, o preço real médio pago aos produtores de janeiro a agosto de 2020 divulgado pela Odepa foi 15,5% superior ao do mesmo período do ano anterior, atingindo 295,5 pesos (US$ 0,37) por litro, segundo a Odepa. O presidente da Fedeleche, Eduardo Schwerter, destacou a tendência positiva registrada pelo recebimento do leite, garantindo que “as melhores condições do mercado têm permitido suportar esses números”.

Da mesma forma, ele destacou que é importante manter esses incentivos para sustentar a produção nacional. “Este cenário tem ocorrido pelos incentivos adequados dado pela indústria nos últimos meses, o que têm permitido cobrir os custos de produção e fazer os investimentos necessários. E esperamos que essa mesma política do setor seja mantida na primavera para continuar crescendo na produção nacional”, disse Schwerter.

Regiões

A captação de leite na região de Los Lagos totalizou 595,0 milhões de litros entre janeiro e agosto de 2020, o que representa um aumento de 7,0% em relação ao mesmo período do ano anterior. A captação de leite na principal região produtora do país, com 44,7% de participação nacional, aumentou 38,9 milhões de litros em relação ao mesmo ciclo de 2019.

Nos primeiros oito meses do ano, a captação de leite na região de Los Ríos atingiu 412,7 milhões de litros, registrando um aumento de 7,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. A área, que respondeu por 31,0% da receita nacional de leite, aumentou sua captação em 29,4 milhões de litros em relação ao ano anterior.


Na região de La Araucanía, a captação de leite entre janeiro e agosto de 2020 registra um aumento de 1,9% em relação ao ano passado, atingindo 92,3 milhões de litros e uma participação nacional de 6,9%. Isso representa 1,7 milhão de litros adicionais em 2019.

Da mesma forma, na região do Bio-Bio, há um aumento na captação de leite de 6,1% em relação ao ano anterior, somando um total de 41,7 milhões de litros, volume que implica um aumento de 2,4 milhões litros em relação ao mesmo período de 2019 e representa uma participação de 3,1% a nível nacional.

Na região de Ñuble, a captação de leite entre janeiro e agosto de 2020 aumentou 0,6% em relação ao ano anterior, registrando um total de 39,9 milhões de litros, o que representa uma participação nacional de 3,0% em todo o país. Ñuble acumula uma antecipação anual de 226 mil litros.

Por sua vez, a captação de leite na Região Metropolitana aumentou 4,7% entre janeiro e agosto de 2020, atingindo um total de 149,6 milhões de litros, volume que representa 11,2% a nível nacional. Na comparação com o ano passado, a captação de leite aumentou 6,7 milhões de litros.

O que aconteceu em agosto?

Em agosto de 2020, a captação nacional de leite atingiu 160,0 milhões de litros, o que representa um aumento de 6,9% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Isso representa um avanço de 10,3 milhões de litros em relação a 2019, sendo Ñuble a única região com resultado decrescente neste mês.

Na região de Los Lagos, a recepção em julho totalizou 68,0 milhões de litros, um aumento de 8,2% em relação ao ano passado. Já na região de Los Ríos, a captação de leite cresceu 11,0% em relação ao mesmo mês de 2019, para 51,5 milhões de litros.


Em La Araucanía, a captação de leite em agosto atingiu 11,2 milhões de litros, registrando um aumento de 0,5% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Já no Bio-Bio, a captação de leite em julho cresceu 0,4% em relação ao mesmo mês do ano anterior, atingindo 5,1 milhões de litros.

Na região de Ñuble, a captação de leite em julho registrou queda de 4,9% em relação ao ano passado com 4,3 milhões de litros. Já a Região Metropolitana registrou captação de leite em julho para 19,1 milhões de litros, um avanço de 1,5% em relação ao ano anterior.