Exportações de lácteos da Austrália para a China atingem novo recorde

24-11-2020 11:13:16 Por: ABC Rural, traduzidas pela Equipe MilkPoint

Exportações de lácteos da Austrália para a China atingem novo recorde
Os exportadores de lácteos australianos atingiram vendas recordes de leite em pó para a China neste ano, mas estão prestes a enfrentar uma duplicação nas tarifas devido ao Acordo de Livre Comércio China Austrália (ChAFTA). Novos números do governo mostram que a Austrália vendeu uma quantidade recorde de leite em pó integral para a China neste ano, o suficiente para acionar uma tarifa de 10% sobre as exportações até o final de 2020.

Isso ocorre no momento em que as exportações de madeira vitoriana foram interrompidas e os produtores de vinho se preparam para a possibilidade de uma tarifa provisória, enquanto a China investiga dumping e ações compensatórias. As exportações de lácteos australianas para a China cresceram e passaram a somar A$ 1 bilhão (US$ 731,25 milhões) por ano e, até então, a indústria não foi afetada pelas tensões comerciais acirradas entre as duas nações.


Agora, uma mudança nas condições de comercialização do leite em pó integral é esperada pelo Departamento de Agricultura, Água e Meio Ambiente de acordo com as regras comerciais. Segundo o ChAFTA, as tarifas preferenciais podem ser retiradas assim que uma Salvaguarda Agrícola Especial (SSG) for acionada.

O departamento disse que espera que a salvaguarda seja acionada este mês, levando a uma duplicação das tarifas sobre o leite em pó integral, mas não soube dizer quando. Seria a primeira vez que a salvaguarda seria acionada desde a assinatura do ChAFTA em 2015.

Um porta-voz do departamento disse que o acionamento é uma indicação da forte demanda da China por leite em pó, que é frequentemente usado na fabricação de alimentos. "Como resultado, a tarifa sobre as exportações de leite em pó australiano para a China no restante de 2020 aumentará de 5% para 10% assim que o volume da tarifa for alcançado", disse o porta-voz.

"O volume da tarifa para o leite em pó australiano em 2020 é de 22.335 toneladas e as exportações no final de setembro foram de 19.726 toneladas. Com base nos números de 2019, veríamos o volume provavelmente alcançado no final de outubro ou início de novembro."

Apesar de atingir a cota no final de dezembro de 2019, a salvaguarda nunca foi acionada para o produto sob o ChAFTA. No ano passado, as vendas de leite em pó integral para a China movimentaram cerca de A$ 156 milhões (US$ 114,07 milhões). De acordo com o ChAFTA, as tarifas preferenciais seriam restabelecidas no final do ano civil.


O SSG foi impulsionado pelas exportações de carne vermelha para a China em julho, representando vendas recordes para o setor. Enquanto isso, os produtores de vinho temem que a China possa introduzir tarifas que se apliquem ao comércio para a investigação de 12 a 18 meses sobre alegações de que a indústria australiana foi subsidiada e seus produtores venderam vinho à China abaixo do custo de produção.

Se a China aplicasse as tarifas sobre o vinho, entende-se que elas se aplicariam retrospectivamente a partir de quando a investigação foi iniciada em agosto. No início deste ano, a China impôs tarifas de 80% sobre a cevada australiana, antes que vários matadouros australianos e dois exportadores de grãos fossem suspensos do comércio. As exportações australianas de algodão, madeira e lagosta também foram afetadas por interrupções comerciais.