Cosulati busca adesão ao programa de revitalização de cooperativas

11-12-2020 10:41:55 Por: Correio do Povo

Cosulati busca adesão ao programa de revitalização de cooperativas
Em processo de autoliquidação desde 2016, a Cooperativa Sul-Rio-Grandense de Laticínios (Cosulati) reforçou hoje a necessidade de poder acessar o Programa Estadual de Revitalização de Cooperativas de Produção Agrícola (Recoop-RS), durante a audiência pública promovida pela Comissão de Agricultura, Pecuária, Pesca e Cooperativismo, da Assembleia Legislativa, para tratar sobre o assunto. Criado em 2011, o Recoop-RS está fechado para a adesão de novas cooperativas.

A reabertura do programa deverá acontecer por decreto. Um grupo de deputados ficou encarregado de agendar audiências com o governador Eduardo Leite para cobrar uma agilização. “Já existe uma minuta de um decreto e o Estado precisa encaminhar isto o quanto antes”, diz o deputado Elton Weber, que preside a Frente Parlamentar de Apoio ao Cooperativismo na AL.

O diretor administrativo e liquidante da Cosulati, Almir Mendonça, explica que existe interesse no acesso ao Recoop-RS para que a cooperativa consiga, por meio dele, financiamento que possibilite capital de giro. “Precisamos de um socorro do Estado, por meio dos bancos como Badesul e Banrisul”, destaca Mendonça. “Temos que manter o homem no campo, os empregos e continuar atendendo a sociedade com nossos produtos”, acrescenta. Segundo Mendonça, a dívida da cooperativa está estimada em R$ 300 milhões. Ele acredita que parte disso conseguirá ser dissolvido nas negociações.

O processo de autoliquidação da Cosulati segue até novembro de 2021. Nos últimos anos, o trabalho focou-se na redução de custos da cooperativa, fechamento de unidades, locação de prédios e negociação de débitos com os bancos. Atualmente, a cooperativa capta leite em 15 municípios e mantém ativa a indústria de lácteos, onde trabalha a maior parte dos 147 funcionários.