2020 tem preço do leite mais alto, mas relação de troca pior para produtor

14-01-2021 11:43:29 Por: CILeite Embrapa. Foto: Gisele Rosso/Embrapa

2020 tem preço do leite mais alto, mas relação de troca pior para produtor
O preço do leite ao produtor subiu em dezembro, recuperando parte da queda registrada em novembro. Na média Brasil, a cotação fechou em R$2,13 por litro, alta de 4,1% sobre novembro. Na média, o preço nominal ao produtor em 2020 ficou em R$1,73, alta de 22,6% sobre 2019.

Apesar da melhora mensal na relação de troca, o índice ficou acima dos valores registrados em 2019, durante todo o ano de 2020. Na média, o produtor de leite precisou de mais 8,3 litros de leite para aquisição de 60 kg de mistura concentrada, alta de 23% em relação a 2019.

No varejo, o preço da cesta de lácteos subiu 1,06% em dezembro, acumulando alta de quase 17% no ano. As maiores altas ao consumidor em 2020 foram registradas para o leite UHT (+27%), leite em pó (+18%) e leite condensado (+14%).


As importações brasileiras de leite tiveram recuo em dezembro, mas continuaram em patamares elevados, com volume acima dos 180 milhões de litros. Em 2020, o volume mensal médio de importações ficou em 112 milhões de litros, alta de 24% sobre 2019. As exportações tiveram média de 8 milhões de litros por mês, aumento de 55% em relação ao ano anterior.

O saldo da balança em 2020 fechou com déficit de US$ 473 milhões e um volume equivalente a 1,25 bilhão de litros de leite. Os preços internacionais do leite em pó registraram altas recentes, com o integral cotado a US$3.306 e o desnatado a US$3.044/tonelada.