Exportações de lácteos do Uruguai começam o ano em queda

17-02-2021 10:33:36 Por: Tardaguila, em MilkPoint

Exportações de lácteos do Uruguai começam o ano em queda
As exportações de lácteos do Uruguai em janeiro somaram US $ 59 milhões, uma queda de 2% em relação ao mesmo mês do ano passado, segundo dados divulgados pela Inale com base em dados da alfândega. Isso ocorreu devido a uma menor venda de queijos e leite em pó integral com preços que se mantiveram estáveis, enquanto a manteiga e o leite em pó desnatado aumentaram seu faturamento com maiores vendas.

De acordo com o relatório mensal Uruguai XXI — que apresenta um valor diferente de exportações de US $ 67 milhões em janeiro (+ 14% ano-a-ano) - houve um maior volume exportado para China e Brasil. Por sua vez, ao contrário de janeiro de 2020, destaca-se um grande aumento nas compras de Cuba, com vendas de US $ 17 milhões. Em janeiro, os produtos que apresentaram melhora no faturamento foram manteiga (+ 251%, com US $ 3,3 milhões) e leite em pó desnatado (+ 24%, com US $ 4,4 milhões), enquanto diminuíram o leite em pó integral (-3%, com US $ 39,3 milhões) e queijos (-17%, com US $ 8,4 milhões) ante o valor de janeiro de 2020.


Já se compararmos o preço recebido em janeiro de 2021 com dezembro de 2020, os da manteiga melhoraram (+ 9%, para US $ 3.622 / t), seguidos do leite em pó integral (+ 3%, para US $ 3.165 / ton) e leite em pó desnatado (+ 2%, a US $ 2.752 / ton). Por outro lado, o preço da tonelada de queijo caiu 8%, para US $ 3.774 / t, segundo a Inale. Por sua vez, o preço médio recebido pela Oceania para os queijos aumentou 6%, atingindo US $ / tonelada 4.063.

As informações são do Milkpoint.