Demanda enfraquecida mantém preços dos lácteos em queda

18-03-2021 12:51:33

Demanda enfraquecida mantém preços dos lácteos em queda
As cotações do leite UHT, da muçarela e do leite em pó (400g) seguiram em queda no atacado do estado de São Paulo em fevereiro. Segundo colaboradores do Cepea, houve pressão dos canais de distribuição por preços mais atrativos nas negociações, com o intuito de estimular a demanda. Ressalta-que que a redução no poder de compra do consumidor mantém enfraquecida a procura por derivados lácteos.

De acordo com as pesquisas realizadas pelo Cepea, com o apoio financeiro da OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), o leite UHT foi negociado à média de R$ 2,85/litro em fevereiro, aumento real de 13,6% em relação à de fevereiro de 2020, mas queda de 6,26% frente à de janeiro de 2021 (as médias foram deflacionadas pelo IPCA de fevereiro/21).


As médias de fevereiro do queijo muçarela e do leite em pó (400g) foram de R$ 21,69/kg e de R$ 21,26/kg, respectivamente, com altas reais de 8,9% e de 18% sobre as verificadas em fevereiro/20. Apesar disso, em relação às médias de janeiro, o queijo muçarela se desvalorizou 9,2% e o leite em pó, 8,42%. Essa pesquisa considera a negociação entre indústria e canais de distribuição no estado de São Paulo.

Março – Já na primeira quinzena de março, as cotações do UHT e do leite em pó (400g) apresentaram reação, diante do aquecimento da demanda nesse período. As médias mensais foram de R$ 2,95/litro para o UHT e de R$ 22,71/kg para o leite em pó, aumentos de 3,54% e de 6,83%, em relação às de fevereiro/21. Já a média mensal parcial do queijo muçarela foi de R$ 20,25/kg, recuo de 6,66% sobre a de fevereiro/21.

As informações são da Débora Zanatta e Beatriz Pina, em Boletim do Leite Cepea.