Minas Láctea 2021 apresenta inovações para produção e consumo de lácteos

01-07-2021 13:33:16 Por: Epamig

Minas Láctea 2021 apresenta inovações para produção e consumo de lácteos
O Minas Láctea 2021 será realizado, em formato totalmente online, entre os dias 13 e 15 de julho. A edição contará com todos os eventos que compõem a versão presencial, realizada a cada dois anos, pela Empresa Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais por meio do Instituto de Laticínios Cândido Tostes (EPAMIG/ILCT), em Juiz de Fora (MG).

A Exposição de Máquinas, Equipamentos, Embalagens e Insumos para a Indústria Laticinista (Expomaq) e a Exposição de Produtos Lácteos (Expolac), contarão com estandes virtuais para a apresentação de maquinários, tecnologias, ingredientes e produtos derivados do leite. O Congresso Nacional de Laticínios terá como “O setor de Lácteos na era 4.0: Desafios e perspectivas”. A Semana do Laticinista será composta por nove cursos. O Concurso Nacional de Produtos Lácteos estará representado pelo Fórum de Juízes, que vai debater propostas para a inclusão de categorias e critérios de avaliação a serem aplicados nas próximas edições. Também integrarão a programação, o Hub Conecta Leite e o Inovalácteos, espaços dedicados à inovação na cadeia laticinista.


Sanidade e saudabilidade - A IDEXX Laboratories, empresa especializada em diagnósticos para a saúde humana, animal, do leite e da água, traz para a Expomaq os conceitos de prevenção e mitigação de risco de resíduos de antibióticos como forma de assegurar a sanidade do rebanho e a qualidade dos produtos lácteos. “O controle dos resíduos tem início antes da produção do leite, começa na sanidade animal. E vai da fazenda à mesa do consumidor, abrangendo higienização, nutrição e isenção de riscos biológicos e químicos”, explica a gerente comercial de Segurança de Bovinos e de Alimentos para a América Latina, Andrea Leão Carneiro, que acrescenta: “Temos trabalhado fortemente esse conceito junto aos produtores e aos laticínios, e continuaremos focando nele”.

No mercado desde 1992, a Tovani Benzaquen é uma das principais empresas de ingredientes alimentícios e funcionais da América Latina. Durante a Expomaq, apresentará cinco lançamentos: SureProtein™ Vital Whey Protein Concentrate 550 (proteína funcional para aplicações em produtos lácteos UHT); SureProtein™ Whey Protein Concentrate 515 (para produtos lácteos fermentados); o Crepure® (creatina monoidratada pura indicada para bebidas funcionais); Queijos em pó: ingredientes com propriedades emulsificantes que ajudam na cremosidade, textura e sabor; e Wis-Nat Sweet:solução natural para aplicações com foco em redução de açúcar.

A Foss Analytics vai demonstrar o analisador de leite Milkoscan FT3, descrito pela própria equipe como “o primeiro analisador inteligente do mundo”. O equipamento pode analisar a composição de produtos lácteos sólidos e semissólidos, como leite, creme, soro de leite, iogurte, achocolatado, dentre outros, em menos de trinta segundos. A testagem considera uma variedade parâmetros como gordura, proteína, lactose, sólidos totais, sólidos não gordurosos, ponto de congelamento, caseína e outros mais. O MilkoScan FT3 realiza a detecção de adulterantes tanto no leite cru quanto no leite processado.


Produtos Lácteos - A Expolac online contará com a participação de expositores tradicionais que costumam utilizar o espaço para o lançamento de novos produtos. Esse é o caso da Paladar de Minas, laticínio do município de Presidente Bernardes na Zona de Mata Mineira. “Somos uma empresa familiar que produz queijos especiais e busca reforçar as características culturais e a tradição da região de Calambau (antigo nome do município). Participamos sempre e já fomos premiados algumas vezes no Concurso Nacional de Produtos Lácteos, por exemplo, com nosso requeijão, que foi considerado o melhor do país e com o queijo Calambau com Cachaça”, conta o produtor Geraldo Maciel Júnior, que administra o negócio junto com a esposa Glaucienne Lana Gonçalves Maciel.

Minas Láctea 2021 apresenta inovações para produção e consumo de lácteos

Queijo Calambau Ouro será uma das novidades apresentadas na Expolac – Foto: Paladar de Minas (acervo)

Para esta edição, o laticínio reservou dois lançamentos na linha funcional, o requeijão com açafrão e o queijo Calambau Ouro, que também utiliza o açafrão no preparo. “Os benefícios dessa planta medicinal são bastante conhecidos, no entanto o sabor não agrada a todos os paladares. O acréscimo do açafrão ao requeijão e ao queijo criou um novo sabor, mantendo as propriedades terapêuticas”, completa Geraldo.

A empresa Laticínios Souvenir do município de Tabuleiro (MG) traz como novidade uma cerveja que utiliza na composição o doce de leite da marca. A bebida, que leva o nome de Wäls Doce da Mata, foi produzida pela cervejaria Wäls de Belo Horizonte para ser comercializada, especialmente, nos municípios de Juiz de Fora, Barbacena, Cataguases, Ubá e Muriaé, na Zona da Mata Mineira. De acordo com os fabricantes, a cerveja, bronzeada e de corpo leve, tem sabor e aroma que remetem, além do doce de leite, a caramelo, toffee e chocolate, e harmoniza muito bem com queijo Minas.


O gerente comercial da empresa, que participa da Expolac há várias edições, Alan Campos da Silva, projeta que a edição online será uma alternativa interessante para a promoção da marca. “Será diferente para todos, mas as expectativas são boas, pois o acesso estará disponível para mais pessoas, que não precisarão estar fisicamente no evento, e por mais tempo (os estandes virtuais ficarão no ar até o mês de outubro). Hoje, acredito que a internet esse seja o melhor caminho”, afirma.

O acesso aos estandes da Expomaq e da Expolac é gratuito e estará disponível aos visitantes a partir do dia 13 de julho, às 8 horas. A participação nas atividades do Congresso Nacional de Laticínios e nos cursos da Semana do Laticinista será mediante inscrições prévias, que já estão abertas. Mais informações e programação completa www.minaslactea.com.br.

As informações são da Epamig.