Preços dos lácteos registram estabilidade ao longo de agosto em meio a baixa oferta

02-09-2021 10:34:47 Por: CILeite

Preços dos lácteos registram estabilidade ao longo de agosto em meio a baixa oferta
A baixa disponibilidade interna de leite sustentou os preços dos derivados ao longo de agosto. O preço do leite UHT registrou a maior valorização entre os derivados em relação a julho, inclusive com bom repasse também ao consumidor.

Queijo muçarela e leite no mercado spot também tiveram pequenas altas. Por outro lado, o mercado de leite em pó fracionado seguiu mais fraco e com recuo nos preços médios na comparação com julho. A última semana do mês de agosto foi de desaceleração nas cotações do leite UHT e do queijo muçarela, refletindo também uma demanda mais fraca.

Conseleites divergem nas indicações de preços - Em agosto, o preço do leite ao produtor registrou a quinta alta consecutiva. Para o pagamento de setembro, os Conseleites divergiram nas indicações. Em Santa Catarina e Rio Grande do Sul a referência é de alta nos preços, de 1,7% e 0,5%, respectivamente. Já no Paraná, a queda projetada é de 1,2% e em Minas Gerais, de 0,6%.


Perdas da safrinha e baixos estoques mantém milho valorizado - Com as perdas da safra de inverno de milho, os preços do cereal seguem valorizados. De fato, o corte ocorrido na previsão de safra coloca os estoques para níveis relativamente baixos, mesmo em um cenário de menor exportações e maior importação. Estimativas da Conab indicam estoques de 5,1 milhões de toneladas (ante 10,6 milhões na safra passada), enquanto a consultoria Safras e Mercado sugere estoques abaixo de 3 milhões de toneladas.

No mercado de soja, o preço do farelo ficou relativamente estável no mês de agosto. Já boi gordo e bezerro tiveram leves quedas nas últimas semanas com menor pressão de compra dos frigoríficos.

As informações são do CILeite.