Mercado global de iogurte deve ultrapassar US$ 100 bilhões

17-12-2021 12:08:56 Por: Dairy Industries International, publicadas no MilkPoint

Mercado global de iogurte deve ultrapassar US$ 100 bilhões
O papel do iogurte como uma parte saudável, saborosa e natural da dieta tem feito o volume e o valor das vendas crescerem de forma consistente nos últimos anos. De acordo com um novo relatório da Innova Market Insights, este ano é provável que o valor de mercado global de iogurtes lácteos e não lácteos ultrapasse US$ 100 bilhões pela primeira vez.

Em média, 57% dos consumidores em todo o mundo compram regularmente iogurte, embora as taxas individuais por país variem de 32% na Indonésia a 78% na Espanha. Além disso, 29% dos consumidores aumentaram o consumo de iogurte em 2020, principalmente por motivos de saúde, enquanto 60% disseram que seus níveis de consumo se mantiveram estáveis e apenas 11% disseram que diminuíram.

A Ásia é o maior mercado, com 43% das vendas em valor de iogurte, e também está vendo o maior crescimento. A região abriga os dois principais países individuais em termos de valor, com a China como líder inequívoco e o Japão em segundo lugar, à frente do Brasil e dos Estados Unidos.

A popularidade crescente dos iogurtes não lácteos teve um impacto considerável na categoria, com 25% dos consumidores em todo o mundo agora comendo iogurte vegetal para comer de colher e 22% desfrutando de iogurte líquido à base de plantas.

Talvez sem surpresa, iogurte não lácteo de colher é a subcategoria mais ativa em termos de inovação, vendo a atividade de lançamento de novos produtos crescer 9,6% (CAGR de cinco anos até o final do terceiro trimestre de 2021). Isso se compara a apenas 0,2% para a categoria de iogurte como um todo.

Os principais temas que impulsionam a inovação são basicamente os mesmos para laticínios e não lácteos, mas cada um deles tende a criar seu próprio caminho. Há um forte foco em destacar o status orgânico, origem, rótulo limpo e procedência, com as questões de bem-estar animal cada vez mais importantes em laticínios e a sustentabilidade em destaque para alternativas não lácteas.

A saúde é um fator determinante, especialmente os atributos de bem-estar agregados, como probióticos, suporte imunológico e benefícios digestivos. O conteúdo de proteína e fibra continua importante, junto com a redução de açúcar e gordura e formulações sem álcool, enquanto a pesquisa também indica que os consumidores estariam dispostos a pagar mais por benefícios adicionais à saúde.

Com 20% dos consumidores na pesquisa do Innova sendo influenciados por alegações "feito com ingredientes reais" e "naturais" ao comprar iogurte, listas de ingredientes simples e claras continuarão a ser uma área de foco.

Outras direções potencialmente recompensadoras para novos produtos existem na arena sensorial por meio do desenvolvimento de novas combinações de sabores e textura/sensação na boca aprimoradas, particularmente para opções de baixo teor, light e não lácteos.

Embora os sabores de frutas dominem os lançamentos globais de produtos e as ofertas mais complexas de confeitaria e sobremesas também sejam cada vez mais populares, há uma atividade crescente em sabores vegetais.

Essa tendência está indo além da Ásia, onde os sabores vegetais e salgados nas categorias de alimentos tradicionalmente mais doces já estão bem estabelecidos. Vegetais como beterraba e cenoura são amplamente usados para colorir preparações de iogurte, mas agora estão sendo cada vez mais selecionados como sabores principais, juntamente com uma variedade de produtos e ingredientes de origem local e regional.

As informações são do Dairy Industries International, publicadas no MilkPoint.