Preços do milho se recuperam, mas liquidez ainda é baixa

21-12-2021 15:02:02 Por: Carolina Camargo Nogueira Sales, Boletim do Leite Cepea

Preços do milho se recuperam, mas liquidez ainda é baixa
Após três meses de queda, os preços do milho voltaram a subir no mercado brasileiro neste início de dezembro. As cotações vêm sendo impulsionadas pelo clima desfavorável no Sul do País, importante produtor da safra verão. Por outo lado, boa parte dos compradores indica ter estoques para o curto prazo e se mantém afastada das negociações, mantendo baixa a liquidez.

Nesse cenário, o Indicador ESALQ/ BM&FBovespa (Campinas, SP), avançou 3,7% entre 30 de novembro e 15 de dezembro, fechando a R$ 87,56 a saca de 60 quilos no dia 15. A média da parcial do mês já é 3,5% superior à de novembro/21. Nas demais regiões acompanhadas pelo Cepea, os valores no mercado de balcão (preço pago ao produtor) avançaram 2,6% no acumulado do mês e, no mercado disponível (negociação entre empresas), 2,4%.

Vale lembrar que as estimativas divulgadas até o momento seguem apresentando produções elevadas no Brasil e no mundo. Segundo a Conab, a produção total de milho na safra 2021/22 pode atingir 117,18 milhões de toneladas, um recorde e 34,6% superior à temporada anterior. Em termos mundiais, o USDA projeta oferta de 1,208 bilhão de toneladas, alta de 8% em relação à safra anterior.

As informações são da Carolina Camargo Nogueira Sales, Boletim do Leite Cepea.